Yo! Noid- Não é só tartaruga que gosta de pizza.

Que saudades dos anos 80 e 90, onde a cada três meses a Coca-Cola realizava aquelas promoções de ioiô, e todo mundo colecionava Ioiô da Fanta, Tai entre outras marcas.


Nas escolas, principalmente nos intervalos (recreios) o que mais se avistava eram rodinhas de amigos tentando fazer as mais difíceis manobras com os ioiôs. E exatamente nestas rodinhas de amigos é que surgia o seguinte comentário:

-Você já jogou aquele jogo do coelho que “mata” os inimigos com um Ioiô?
As respostas eram quase unânimes:

-Claro que sim, um put… jogo legal!

Pois é exatamente sobre este game que iremos lembrar na nossa sessão NEStalgia de hoje.

Yo! Noid, um cara maluco vestido de coelho e armado com um ioiô sai nas ruas para acabar com os inimigos. Era mais ou menos essa a historia deste game.

Um jogo de plataforma com ação lateral em 2d (mais um Mario?), conseguiu se destacar por sua historia original, desafio acima da média e por que o jogo é muito legal mesmo.

Na verdade o game Yo! Noid é uma adaptação do game Kamen no Ninja Hanamuro que foi lançado apenas no Japão, porem a adaptação saiu melhor do que o game original, onde eles trocaram um ninja sem graça pelo mascote da pizzaria Domino´s Pizza, que foi quem patrocinou o game.

Sim amigos, mais um game com um toque de campanha publicitária (lembra-se do Pepsiman?), a Domino´s Pizza investiu muito nos anos 80 e 90 em seu mascote, tanto que até uma ponta no filme Moonwalker de Michael Jackson o personagem chegou a fazer.

Veja um dos comerciais onde o Noid aparece:

 

Yo! Noid foi lançado pela Capcom em 1990 para a plataforma Nes.
Então vamos dar uma rápida analisada no game.

História:

Mr Green é um dono da outra pizzaria da cidade, porco e sem escrúpulos ele infestou as ruas de Nova York com seus capangas e Noid tem que fazer o papel de policia a agente da vigilância sanitária, ou seja, acabar com a festa do Mr Green para que Domino´s Pizza seja a única pizzaria da cidade (monopólio?).

Personagem:

Um homem fantasiado de coelho é exatamente isso que você é. Com um apetite voraz por pizzas e com grandes habilidades em Ioiô e Skate. Apesar de parecer desengonçado seu personagem é ágil tanto nos pulos quanto no Ioiô. Você não terá grandes dificuldades em controlar o personagem, apenas nas fases do gelo é que a coisa fica um pouco mais complicada. Mas quando chegar nela, você já estará viciado no game e vai querer passar de qualquer jeito.

Gráficos:

Sabe quando você acorda de bom humor no Domingo e olha pela janela é vê um lindo dia ensolarado e colorido a sua frente. É exatamente esta a sensação que Yo! Noid nos trás.
Um jogo graficamente bem feito, claro e colorido, bem up, sem fases escuras. Parece um pouco com os desenhos animados da Warner, Tiny Toon.


Os inimigos também são todos bem trabalhados e divertidos, no estilo caricaturas e são em grande variedade de personagens.

Som:

Música de desenho animado. É esse o tipo de som que você vai ouvir durante o game inteiro, não que isso seja ruim, pelo o contrario, até anima o game, mas com certeza o som não é o seu grande diferencial, mas faz o seu papel e não chega a ficar repetitivo ou cansativo.

Desafio:

Eita joguinho difícil, apenas um simples toquinho no peixinho mais inofensivo do game e lá se vai a sua vida embora. Muitos jogadores já costuma desistir logo na primeira fase do jogo, onde as plataformas começam a mergulhar no mar e se uma gota d’água tocar o seu coelho ele também perde a vida.

Chefes de fase são os mais faceis de passar, na verdade é uma grande disputa de cartas com um coelho vilão e quem comer mais pizza ganha.

Existem alguns poderes que seu personagem possui, um deles é o de congelar os inimigos e outro é uma espécie de terremoto que mata todos os inimigos da tela.
Porem não existe uma fase mais chata do que a do gelo. Com certeza seu personagem vai deslizar muitas vezes para os buracos e fica aquela dica de dar vários pulinhos após a queda para conseguir estabilizar o personagem. Outras fases como a fase que você controla uma espécie de helicóptero também será quase impossível de ultrapassar, eu disse quase.

Diversão e conclusão:

Apesar de difícil este game conquista o jogador pelo conjunto da obra (gráfico, musica e desafio) um game diferente e caprichado para os padrões Nes.
Yo! Noid é sem duvida um dos melhores jogos lançados para aquele console e está fácil na lista top 10 de muitos jogadores (inclusive na minha).


Ficaadica para um bom game neste final de semana.
Bom divertimento e até a próxima.
Fui pro game…

Gameplay:

Leandro Vallina
Formado em Comunicação Social. Tem como prioridade na vida cuidar da filha, jogar videogame, alimentar e passear com os cachorros, alimentar e passear com a esposa e jogar mais um pouco de videogame.

Leandro Vallina publicou 1160 posts. Veja outros.

Publicidade