Crítica – As Aventuras de Pi

Eu acreditei no extraordinário!!

Sim, fui com uma alta expectativa para ver esse filme, afinal o trailer de 2 minutos já joga na sua cara praticamente toda a história que vai ocorrer. E mesmo assim eu sai maravilhado do cinema.

As Aventuras de Pi é inspirado no livro de Yann Martel (“A Vida de Pi”), é claro que após assistir o filme eu fiquei maluco para ler o livro, a adaptação do livro para o cinema ficou a cargo de ninguém menos que o diretor Ang Lee. E estou sentindo que esse filme vai abocanhar algumas estatuetas no Oscar 2013, e não é por que a crítica em geral falou muito bem do filme, mas sim porque o filme é maravilhoso (na minha opinião é claro) e diferente de tudo o que vimos nos últimos anos no cinema.


Um novo AVATAR!! É a frase que você mais vai ouvir em relação a esse filme, e não é por menos, um banho de belíssimas imagens vão inundar a tela do cinema, o 3D pode não ser revolucionário, mas ele é muito importante para te colocar imerso no filme.

Porem o filme não é magnifico apenas por causa da incrível fotografia, belas imagens e deliciosa trilha sonora. E sim por que tem uma história surpreendente que vai te envolver e te deixar aflito a cada instante.
As Aventuras de PI narra os acontecimentos na vida de um garoto chamado Pi Patel, que acompanha a família em uma viagem de navio. A sua família é dona de um zoológico e precisa levar os animais da Índia para o Canadá, porem o cargueiro não resiste a uma forte tempestade e acaba afundando.

Pi consegue escapar no bote salva vidas, só que ele não está sozinho, no bote temos a presença de Richard Parker, que é o nome do tigre-de-bengala, ambos querem sobreviver e irão usar seus instintos para isso.
Até chegar nesse momento, o filme mostra como foi a infância de PI, que ele era um garoto bastante inteligente e até bastante curioso pelas religiões, é claro que dá uma “perfumada” na religião crista, porem o filme não desrespeita as outras crenças e também não chega a ser chato por causa disso, já que uma hora ou outra do filme a questão da fé é colocada em prática, ou seja, o filme pode passar uma linda mensagem de fé para alguns ou apenas uma linda história de perseverança para outros.


De qualquer forma, As Aventuras de PI é um filme que deve ser assistido, e desta vez eu nem vou dizer que é um daqueles filmes para se ir ao cinema com o coração aberto, já que o filme é extremamente forte para abrir qualquer coração de pedra que entre na sala de cinema.


O final do filme é surpreendente e foge de qualquer clichê que você possa imaginar, afinal filmes com animais a gente sempre imagina como vai ser o final. Mas isso não acontece com esse filme. Só assistindo mesmo para saber.

E depois que assistir, volte aqui para comentar e discutir o que achou do filme, uma historia tão incrível como esta, não pode acabar apenas em 2 horas de filme e merece ser perpetuada nos nossos comentários. 

Minha nota para As Aventuras de PI é 10 de 10 (sim, é 10!!! E vou comprar o Blu Ray assim que sair).
Sinopse oficial:

Pi Patel (Suraj Sharma) é filho do dono de um zoológico localizado em Pondicherry, na Índia. Após anos cuidando do negócio, a família decide vender o empreendimento devido à retirada do incentivo dado pela prefeitura local. A ideia é se mudar para o Canadá, onde poderiam vender os animais para reiniciar a vida. Entretanto, o cargueiro onde todos viajam acaba naufragando devido a uma terrível tempestade. Pi consegue sobreviver em um bote salva-vidas, mas precisa dividir o pouco espaço disponível com uma zebra, um orangotango, uma hiena e um tigre de bengala chamado Richard Parker.


Trailer:

 


Galeria de fotos:

 

 

 

 

 

 

 

 

Filmes e Games assistiu As Aventuras de Pi a convite da Fox Filmes.

Curta a fan page e siga o twitter oficial da Fox para saber dos lançamentos e promoções.

Leandro Vallina
Formado em Comunicação Social. Tem como prioridade na vida cuidar da filha, jogar videogame, alimentar e passear com os cachorros, alimentar e passear com a esposa e jogar mais um pouco de videogame.

Leandro Vallina publicou 1081 posts. Veja outros.

Publicidade

  • regina baruta

    Fiquei encantada com esse filme e nunca mais saiu de minha mente. Longe de mim discutir visão crítica a respeito do fato da religiosidade.Compreendi e aproveitei os dois lados tanto religioso quanto de experiência de vida (perseverança) Eu aprendi muito inclusive a ver que tudo pode ser mudado e tem saída, porque nossa visão é curta e é surpreendida a cada instante nas cenas fortes. Agradeço a visão que tenho, poque pude contemplar essa relíquia: o filme.E enxergar além do que imaginava.Vlw.

  • Pingback: [TigreCast #23] Os Melhores Filmes de 2012! | tem um Tigre no cinema()

  • juju

    esse filme é muito lindo eu amoooooo