Largado Bourne

Quando Aaron Cross surge na tela logo no inicio do filme me remeti diretamente não a Jason Bourne mas sim a James Bond. E impressionante, como Jeremy Renner e Daniel Craig tem uma semelhança física; alem de quase o mesmo estilo de atuar.

Separados pelo nascimento ?

As coincidências entre Bourne e Bond acabam por ai.

O único legado que temos entre esse novo filme e a trilogia anterior são algumas cenas retiradas dos filmes anteriores, várias referencias a Jason, assim como documentos da operação Treadstone e fotos mostradas durante o filme.

A Trilogia Original

Agora temos a operação Outcome, que é nada mais e do que uma Treadstone com experiência genética, e para piorar ainda ao longo do filme aparece um agente “beta” de uma operação ainda em curso de teste.

O diretor Tony Gilroy (que foi roteirista dos 3 filmes iniciais da franquia), não consegue emplacar o mesmo nível e seu agente embora com estilo “machoman”, consegue ser no máximo um genérico; e nem a presença de Edward Norton  (que aqui é um clone de Brian Cox), eleva a qualidade do filme; tanto que esquecemos ate de Rachel Weisz.

O mesmo papel de novo?

Talvez por isso Matt Damon, tenha jogando uma bomba de fumaça e se evaporado para não continuar como o protagonista..deixando o “ Largado Bourne”.

Muita ação, muito tiro, gadgets, lutas – o pacote básico de sempre – apenas preenchem os espaços de um roteiro fraco e tornam o filme apenas mediano.

“O que eu vim fazer aqui mesmo???”

Confesso que nunca apreciei tanto um pote de pipoca e um copo de coca-cola, e espero que o próximo Bond, OPERACAO SKYFALL (sim! é mais uma operação), não me faça lembrar de seu “irmão”.

O trailer da “operação” :

admin-FG

admin-FG publicou 405 posts. Veja outros.

Publicidade