Resenha – Fios de Prata – Reconstruindo Sandman

Até onde você iria para salvar a mulher que ama? Essa frase já foi dita em inúmeras obras ao redor do globo, mas acredite, você vai adorar ver a saga do jogador de futebol Allejo em Fios de Prata, afinal… Ele iria até o inferno por ela.

Em Fios de Prata – Reconstruindo Sandman, da Editora Leya, Raphael Draccon (Autor da série Dragões de Éter e Espíritos de Gelo) nos leva para uma fantástica aventura pelo mundo dos sonhos, onde os sonhos e a realidade estão mais próximos do que imaginamos

Sinopse:

“Tu inspiraste Rowling, e foi nas terras de Morpheus que se moldou Hogwarts. Tu inspiraste Tolkien, e foi nas terras de Phantasos que se anexaram as extensões da Terra-Média. Tu inspiraste Lovecraft, e em minhas terras fixou Miskatonic. Então eu te pergunto com sinceridade, Anjo: Até onde vai tua vontade de ser coadjuvante em um mundo de formas e pensamentos?”

Há séculos, Madelein, atual madrinha das nove filhas de Zeus elevadas à categoria de Musas, tornou-se senhora de um condado no Sonhar, responsável por estimular os sonhos despertos dos mortais. Uma jogada ambiciosa, porém, para ascender de posição, acaba por iniciar uma guerra épica envolvendo os três deuses Morpheus, Phantasos e Phobetor, trazendo desordem a todo o planeta Terra.

Envolvido em sonhos lúcidos e viagens astrais perigosas, a busca de um sonhador pelo espírito de sua mulher no Inferno, entretanto, torna-se peça fundamental para resgatar elementos destruídos em uma guerra envolvendo manipulações oníricas, sonhos partidos, jornadas espirituais e o destino de mais de sete bilhões de sonhadores terrestres.

De Dante Alighieri a Alan Moore, de William Shakespeare a Neil Gaiman, Fios de Prata – Reconstruindo Sandman elabora uma epopéia moderna ao redor de uma declaração de amor à literatura fantástica e ao melhor dos sonhos humanos.

É em meio dessa trama épica que Fios de Prata se desenrola no livro Draccon consegue narra muito bem os acontecimentos do Sonhar e no “mundo acordado”, onde acompanhamos o jogador de futebol Mikael Allejo que tem que confrontar seus maiores pesadelos para resgatar a mulher que ama, literalmente do inferno!

Creio que Raphael Draccon conseguiu apresentar de forma magistral nesse livro o que explorou em suas duas outras obras, já que Dragões de Éter era uma série fantástica repleta de magia, enquanto Espíritos de Gelo era um conto de suspense muito mais adulto e denso, e em Fios de Prata temos o melhor das duas obras, uma história de proporções épicas (e cinematográfica, diga-se de passagem), e passagens incrivelmente sombrias e cheias de suspense, prendendo a atenção do leitor até o último momento

Outro detalhe que merece destaque, assim como nas outras obras do autor, são as referências, sou grande fã de livros que fazem referência a cultura pop e Draccon sabe fazer isso muito bem, Começando com a inspiração clara na obra de Neil Gaiman, Sandman. Temos também outras referências excelentes como o nome do protagonista Allejo, quem jogou International Superstar Soccer, entende muito bem a referência, além de várias citações a filmes, livros, jogos e pessoas que fazem parte de dia-a-dia dos amantes da cultura pop

A leitura do livro é muito fluida, e você mal vai perceber o tempo passando ao seu redor, já que o enredo se desenrola muito bem. Um detalhe que merece destaque são as passagens onde é mostrado como os “sonhos acordados” são afetados pelos acontecimentos no sonhar

A única coisa que me deixou meio confuso por um instante foi à mudança brusca na forma de narração na segunda metade do livro, onde passa a ficar semelhante a “Crônicas de Gelo e Fogo” com várias passagens narrando acontecimentos específicos com cada personagem ao mesmo tempo, mas a confusão é só inicial, em questão de minutos a leitura volta a fluir normalmente

Fios de Prata – Reconstruindo Sandman, é um livro indispensável para qualquer fã de livros de Fantasia e no final passa uma mensagem sobre não desistir dos seus sonhos, um livro que consegue emocionar o leitor (sim eu chorei), então está esperando o que? Corra e comece a se aventurar no sonhar!

 

Guilherme Vitoriano
Devorador de Livros e Quadrinhos, domador de jogos.e Nerd assumido. Apreciador de uma boa música e apaixonado por suas meninas.

Guilherme Vitoriano publicou 239 posts. Veja outros.

Publicidade