Olá amigos!

A Filmes e Games esteve presente no evento SPCon 2012 e traz até você imagens deste momento muito legal.

O evento contou com a presença de artistas desenhistas Marvel e DC  e também de editores responsáveis pela franquias Marvel e DC Comics. Foram dois dias de muito entretenimento. Acompanhe abaixo como foi a programação.

DIA MARVEL (2 de Junho)

Abertura das Palestras e em seguida painel com os editores Marvel da Panini, Fernando Lopes, Rogério Saladino e Paulo França

Apresentação dos candidatos a cosplay Marvel

Apresentação do concurso de melhor vídeo tendo como tema “Heróis e minha cidade”

Palestras com o desenhista Ibraim Roberson

Resultado do concurso de cosplay

Palestras com os desenhistas Renato Guedes e Will Conrad

Tarde de autógrafos com Roberto Guedes autor do livro Stan Lee – O Reinventor de Super-Heróis e também com os desenhistas Renato Guedes, Ibraim Roberson e Will Conrad

Oficina de Dublagem, Colorização Digital e Maquiagem

DIA DC COMICS  (3 de Junho)

Abertura das Palestras e em seguida painel com os editores DC Comics da Panini, Levi Trindade, Bernardo Santana e Alexandre Callari

Apresentação dos candidatos a cosplay DC Comics

Palestras com os desenhistas dos novos 52, Joe Prado, Ivan Reis, Rod Reis e Ed Benes

Resultado do concurso de cosplay e encerramento

Caricaturas com os desenhistas da revista MAD

Análise de portfólios com Will Conrad

Tarde de autógrafos com os artistas Joe Prado, Ivan Reis, Rod Reis e Ed Benes

Oficina de Dublagem, Colorização Digital e Maquiagem

Durante os dois dias de evento, o público pode acompanhar uma interessante exposição com o tema Heróis Urbanos realizada pela fotógrafa Katia Arantes

E para quem estava procurando aquele número de HQ que faltava em sua coleção ou até mesmo quisesse começar uma, poderia encontrar nestes dois dias de evento um enorme acervo com grandes oportunidades de super descontos no stand da Comix

Video da cobertura do SPCon 2012

Agora acompanhe abaixo a entrevista de Sérgio, o Coveiro, da Universo Marvel 616, um dos responsáveis pela organização deste magnífico evento e que gentilmente concedeu uma entrevista para a Filmes e Games. Acompanhe!

*********************************************************************

Filmes e Games – Coveiro, vamos conhecer um pouco sobre você, a começar pelo seu nome de registro (Rsrsrs).

Coveiro - Todo mundo tem essa baita curiosidade sobre minha identidade secreta. Bom, vamos lá. Meu nome é Sérgio.
FG – Obviamente você é fã de quadrinhos, certo? Qual é o seu personagem Marvel favorito?

Coveiro - Sem sombra de dúvidas, o Falcão de Aço! A maioria das pessoas que estão lendo isso aqui já deve estar procurando no google quem é esse personagem. Muitos acham que eu falo isso pra fazer piada, mas o personagem tem em sua origem um apelo extraórdinário. Considero ele um “Homem-Aranha” mais aprofundado, com motivações diferentes. O lema “Com Grandes Poderes, vem grande corrupção” foi muito bem colocado naquelas primeiras histórias pelo Tom de Falco. E muitas outras características do personagem também caminham paralelas ao do senhor Parker. Mas deixemos isso pra falar em outro momento.

FG - Existe um favorito DC? Qual?

Coveiro - Tem sim, acredite! Não sou um marvete tão xiita como muitos acreditam. Gosto do Kyle Rayner (mas não do Jordan), principalmente na sua fase como único Lanterna Verde e tenho leve simpatia pelo Guy Gadner nas histórias mais recentes.

FG - Quando e como surgiu a paixão por HQ´s?

Coveiro - Essa é uma pergunta meio difícil de responder, pois eu era muito pequeno e acredito que nem sabia ler quando comecei a me interessar pela temática. Quando fui montar o perfil dos editores pro site Marvel616, tive que por a cachola pra funcionar e relembrar coisas há muito esquecidas. Quando comecei lendo, meu pai me dava revistas esporádicas, não tinha essa idéia ainda de continuidade e de ter coleções. Então, por alto, lembro de ter lido e até tenho algumas Superaventuras Marvel da época em que os X-Men eram parte do mix. Só que na verdade, antes disso eu conhecia os personagens. Me recordo dos desenhos do Homem-Aranha e seus amigos (no caso, Homem de Gelo e “Estrela de Fogo”) e, claro, os Superamigos da DC. Também brincava com os velhos bonequinhos (sem articulação na época e de cores únicas) do Capitão América e Homem de Ferro da Gulliver. Mas foi quando achei uma foto antiga em que estava vestido de Capitão América que vi que o interesse pelos “supers” começou bem cedo. Minha mãe disse que eu deveria ter uns dois anos e meio na época. Não tenho lá muita recordação desta fantasia, provavelmente minha mãe deve ter desaparecido rápido com ela quando esse escudo começou a quicar pelas paredes da sala, mas isso aponta que provavelmente eu já me apaixonei de cara pelos heróis com os “desenhos desanimados” que passavam na TV.

FG - Como nasceu o projeto SPCon e quais as parcerias envolvidas no projeto?

Coveiro - O Super Power Con surgiu da necessidade de ampliar em termos de espaço, tempo e temática nosso evento anterior, o Marvel Day, que realizavamos na loja Coleciona Brinquedos. Já na segunda edição, tivemos uma superlotação de público e surgiu a promessa de que teríamos algo maior a frente. Paralelamente, o Jorge, dono da Comix, que já havia entrado em contato conosco, apostou na idéia de criar um evento Marvel e DC. Para isso, precisavamos também de um site equivalente ao nosso em qualidade e cobertura. Encontramos na FIQ de 2011 o Felipe, do então Multiverso DC, e convidamos ele para moderar as palestras da DC. Assim, estavamos com os organizadores do evento fechados. Rapidamente, buscamos apoiadores para a idéia e foi aí que a Panini e o Senac se aliaram a gente, dando financiamento e a estrutura para fazer a coisa toda acontecer.

FG - Coveiro, qual foi o grande desafio da organização para se realizar um evento com a magnitude que foi o SPCon 2012?

Coveiro - Sinceramente, até as coisas que parecem mínimas no evento são um desafio e dia a dia a gente tem que lutar por eles. Acredito que minha maior preocupação inicial era onde sediar o novo evento. Tínhamos que garantir um espaço para pelo menos o dobro do que comportavámos nos outros eventos que fizemos e com uma infraestrutura mais ampla. Estavamos na busca para alugar um local ideal quando André Morelli me indicou o SENAC Lapa Scipião. De cara, eu sabia que ali era o lugar certo e após duas reuniões, estavamos fechando com eles não só o espaço, mas a participação deles como apoiadores, montando a exposição “Heróis Urbanos” e incluindo as oficinas que vocês viram durante o evento. E o mais importante disto tudo: contínuavamos com entrada franca.

FG - Como organizador, como foi reunir tantos talentos nestes 2 dias da 1a. edição do SPCon?

Coveiro - Ao longo destes anos, Eu, Cammy e o Eddie (também editores do site) tivemos oportunidade de firmar bom relacionamento com muitos dos profissionais da área, o que facilita bastante convidá-los para nossos eventos.  Will Conrad já é nosso camarada e tinha me prometido voltar desde a última Fest Comix pro nosso evento. O Ibraim está fazendo um trabalho fantástico nas revistas Novos Mutantes e Geração Esperança e certamente teria muita coisa pra mostrar pra gente em sua palestra. Já Renato Guedes esta arrasando na Marvel atualmente e eu não perderia por nada a oportunidade de ter ele na SPCON este ano (e assim conhecê-lo pessoalmente). Com o lançamento dos Novos 52, era mais que obrigatório chamar a “equipe de ouro” de Aquaman formada pelos aclamados Ivan Reis, Joe Prado e Rod Reis, que também conheci na FIQ. E a grande surpresa, e todos vão ter que concordar, foi ter o Ed Benes conosco neste primeiro ano de evento. O trabalho dele é estupendo, admiro de longa data e já fazia um bom tempo que Ed não vinha pra São Paulo. Quando ele me deu um “sim”, eu mal acreditei. A idéia é que o evento para eles vá além das palestras, e sirva como um encontro de amigos. É tanto que estavam visitando a SPCON pra nos prestigiar os feras Luke Ross, Fábio Laguna, Klebs Júnior, dentre outros.

FG - Qual foi a sua avaliação a respeito do evento na íntegra?

Coveiro - Olha, eu tinha montado um plano inicial que já era relativamente bem ousado e que, durante as reuniões que tínhamos com a Comix, Panini e Senac, foi crescendo mais e mais, aumentando este desafio. O resultado final foi aquilo que você conferiu, um evento cheio de atrativos que atende todos os tipos de públicos que em comum dividem esse fascínio sobre o mundo dos heróis. Nos dois dias a “casa” estava cheia e, por alto, venho acompanhando uma boa repercussão na “blogosfera”. Fora isso, durante o evento, recebi muitos elogios de gente que admiro bastante. Só com isso, já sinto a sensação de trabalho bem feito e um baita estímulo pra ousar muito mais…

FG - Já podemos esperar uma próxima edição da SPCon? Rola um spoiler??? (Rsrsrs)

Coveiro - Desde que realizamos o primeiro Mday, nosso site teve uma resposta tão boa que entrou num caminho sem volta nessa questão de eventos. E toda a boa receptividade de mídia e público que tivemos com o Super Power Con tornar isso um dever nosso. As pessoas já estão falando de uma nova edição do Super Power Con e elas já podem esperar uma ainda melhor em 2013. Agora sobre spoiler… Bom, enquanto chamavamos nossos convidados pra este ano, alguns nomes que acabaram não podendo vir pra esta edição, já se mostraram interessados para 2013… Mas é muito cedo pra falar sobre isso ainda… Tem ainda a Fest Comix acontecendo em Outubro e estaremos lá mais uma vez.

FG - Fale um pouco sobre a Universo Marvel 616.

Coveiro - Estamos fazendo cinco anos agora como site esse ano, mas tudo começou exatamente no dia 6 de Janeiro de 2006 de uma maneira nada proposital. Éramos apenas uma comunidade de rede social que juntos, resolvemos criar um blog comunitário onde falaríamos sobre nossos personagens preferidos, os super-heróis Marvel. O jeito irreverente que a gente colocava as idéias nos textos, que nada mais é do que um reflexo de como eu, João, Cammy e o Eddie brincávamos uns com os outros e com essas coisas relacionadas, deu um ar meio diferente ao site, algo mais pessoal e caloroso. Com o tempo, a coisa foi crescendo e começamos a ter entrevistas com artistas, podcast, videocast e até mesmo quadros bacanas que lembravam antigas sessões de cartas onde eram publicados desenhos dos leitores – o Arte no 616. O lance que tentamos fazer no 616 é a cada seis meses se reunir e ter idéias para criar algo mais, inovar, e tem funcionado. Nossos eventos acabam seguindo a mesma linha…

FG - Gostaria de fazer algum agradecimento? Fique a vontade.

Coveiro - Sim, tem bastante gente pra agradecer. Primeiramente, vou agradecer ao Jorge, proprietário da Comix, que depositou total confiança nessa idéia e realmente é o grande responsável para que a gente pudesse tocar tudo em frente. Ao coordenador de pós-graduação Gley Fabiano, ao gerente da unidade Senac Lapa Scipião Wilson Krette Jr., ao coordenador de eventos Paulo Rezende, a assistente de comunicação Giordana Zani e muitos outros membros do SENAC, que abriram suas portas para a realização do evento, concederam a infra-estrutura ideal e montaram a belíssima exposição que vocês podem ainda ver na galeria do Senac Lapa Scipião. Aproveito a deixa para agradecer a Katia Arantes, curadora da exposição “Heróis Urbanos” que dividiu com a gente seu trabalho para ser mostrado a todos. A Carolina Motta e Olivia Acerbi, respectivamente do Marketing e Acessoria de Imprensa da Panini, fundamentais na divulgação do evento e no suporte de várias etapas importantes do projeto. Ao Felipe Morcelli, do site Terra Zero, e Diogo Brasil, da Otaku Company, por se juntar a gente nesta empreitada. E, por fim, aos 616s Cammy, Eddie, Fernando, Leo, Rafael e Jeferson, aliados fundamentais pra isso tudo acontecer.

coveiro1 300x200 Super Power Con 2012   SPCon 2012   Senac Scipião/Lapa

coveiro2 225x300 Super Power Con 2012   SPCon 2012   Senac Scipião/Lapa

coveiro3 300x225 Super Power Con 2012   SPCon 2012   Senac Scipião/Lapa

coveiro4 300x225 Super Power Con 2012   SPCon 2012   Senac Scipião/Lapa

coveiro5 286x300 Super Power Con 2012   SPCon 2012   Senac Scipião/Lapa

Olha ai o Coveiro desde pequenininho curtindo seu momento super-herói

Imagens gentilmente cedidos por Coveiro (Universo Marvel 616).