Top 5 – Os melhores games natalinos

Ah…o natal, época do ano na qual os Homo sapiens comemoram com muita comida e presentes cafonas a existência de um poder superior, algo que os traz amor, paz e alegria, algo onipotente e onipresente, algo chamado “capitalismo”. E para comemorar esta data tão especial, o Filmes e Games preparou um especial de natal para vocês, começando com este Top 5 sobre os melhores games com a temática natalina, seguido por um Top 10 sobre os melhores filmes de Natal, que vai ao ar dia 24 deste mês.

Limpe esse seu óculos cheio de gordura daquela coxinha de batata que você comprou na padaria, e leia este maravilhoso e magnífico Top 5 sobre os melhores games natalinos.

5º Lugar – Holiday Lemmings 1994 (Amiga – 1994)

O sucesso multi-plataforma Lemmings recebeu sua versão natalina em 1991, apenas como uma demo que continha dois levels, mais tarde em 1993 foram lançadas versões completas do game, com vários níveis para atormentar a cabeça do jogador.

O jogo segue os mesmo passos do seu antecessor, aonde se deve controlar as ações dos acéfalos Lemmings, para que os mesmos consigam chegar até o final da fase sãos e salvos.

A temática natalina no game está presente desde a trilha sonora até as roupinhas e decorações encontradas nos cenários.

Lançado para três tipos diferentes de computadores (PC, Amiga e Macintosh), sua versão mais completa ainda continua sendo a do Amiga, lançada em 1994.

4º Lugar – X-mas Nightmare (PC – 1994)

Doom foi um game que impressionou pelos seus incríveis gráficos, jogabilidade rápida e explosiva, uma trilha sonora inspirada nos clássicos do Heavy Metal e um arsenal que transformava você em um verdadeiro Rambo. Agora imagine pegar tudo isso e colocar uma pitada de tempero natalino. Assim nasceu X-mas Nightmare, modificação lançada em 1994 pela ByteBrothers Software, originalmente para Doom, sendo depois portada para seu sucessor.

Demônios com touca de Papai Noel, presentes psicopatas com metralhadoras e um São Nicolau armado até os dentes pronto para te encher de chumbo grosso e te deixar mais furado que peneira. Não podia faltar também uma shotgun com fita de presente e uma paisagem agradável esperando ser pintada de vermelho com o sangue e tripas dos seus inimigos.

3º Lugar – Duke: Nuclear Winter (PC – 1997)

Lançado em 1997 pela Simply Silly Software, a expansão para Duke Nukem 3D, Nuclear Winter, não obteve muito sucesso devido a falhas no design, desde níveis absurdamente confusos e chatos até a não adição de novas armas. O que torna essa expansão algo jogável é o simples fato de ser algo único e relacionado a Duke Nukem.

No game, Papai Noel foi capturado e sofreu uma lavagem cerebral feita pela mesma raça de alienígenas que Duke derrotou anteriormente, e para piorar as coisas, os aliens tem apoio de uma milícia de elfas feministas. Agora cabe a Duke impedir o plano maligno do Evil Santa Claus.

 

2º Lugar – Batman Returns (Super Nintendo – 1993)

Baseado no filme de mesmo nome, Batman Returns é um “side-scrolling beat’em up” game, com algumas fases de duas dimensões e meia (2,5D ou pseudo-3D) ao estilo Top Gear.

Com um visual idêntico ao do filme e uma ótima jogabilidade estilo Final Fight, Batman Returns é um game sobre o qual se fala de menos e joga de mais.

1º Lugar – Jazz Jackrabbit: Holiday Hare 95 (PC – 1995)

Antes de ser conhecida por Unreal e Gears of War a Epic Games (Epic Megagames na época) era famosa por fazer um dos maiores sucessos de side-scrolling para PC’s, Jazz Jackrabbit. O tão famoso e já esquecido coelho verde teve alguns poucos games, entre eles dois especiais de natal chamados Holiday Hare 94 e Holiday Hare 95, ambos gratuitos.

Apesar de curto, Jazz Jackrabbit: Holiday Hare 95 é a melhor experiência que você vai poder ter quando o assunto é games natalinos. Uma ambientação espetacular, tanto na perfeição da trilha sonora quanto no rápido gameplay, fazem deste o melhor jogo natalino de todos os tempos.

admin-FG

admin-FG publicou 405 posts. Veja outros.

Publicidade