[C:\Jogos>] Wolfenstein 3D – O primeiro FPS

Todo mundo se lembra de “Doom” (1993) como um dos grandes jogos no estilo “first-person shooter” (FPS). Mas muitos não conheceram seu antecessor: Wolfenstein 3D (Apogee Software, 1992).

Wolf 3d (para os íntimos) é considerado o primeiro FPS para PC/DOS, e portanto quem definiu os parâmetros pelo quais os demais jogos desse estilo seguiram nos anos seguinte.

O jogo era dividido em 3 episódios, “Escape from Castle Wolfenstein”, “Operation: Eisenfaust” e “Die, Führer, Die!”. Como os nomes sugerem, a história se passa na segunda guerra mundial, com nosso personagem engajando uma luta solitária no melhor estilo Rambo contra nazistas.

wolfenstein-3d_10 wolfenstein-3d_13
wolfenstein-3d_11 wolfenstein-3d_15

Começando apenas com uma pistola, o soldado americano perambulava pelo castelo em busca de novas armas, comida (que restaurava suas forças), tesouros e passagens secretas. O caminho a ser seguido era relativamente limitado, porém labiríntico e com liberdade de caminhar pelas salas à vontade (o que jogos lançados posteriormente implementaram no estilo livre arbítrio, ou “free-will”). As fases poderiam ser terminadas sem ter sido exploradas completamente, algo relativamente novo. A busca por tesouros e passagens secretas davam apenas um “status” ao jogador, que acabava ficando tentado a repetir a fase mesmo que completa (caçadores de troféus da PSN, alguma semelhança?).

Outra ponto que estava ainda engatinhava nos jogos para PC, mas já estava presente neste título, era a temática da violência explícita, sempre permeado de muito humor negro, com jorros de sangue, partes de corpo que voavam e violência contra animais.

wolfenstein-3d_14 wolfenstein-3d_7
wolfenstein-3d_18 wolfenstein-3d_2

O motor 3D desse jogo impressionava para a época, mas já havia sido utilizado em títulos anteriores, como “Ultima Underworld”.

Em 2001 foi lançado uma versão para PC, PS2 e XBox, “Return to Castle Wolfestein”. Novo motor, novo conceito FPS e, na minha opinião, um quinto da diversão da versão original. Em 2009 foi lançado também uma versão para PC, PS3 e XBox 360.

Ao amantes do FPS e do Abandonware a pena conhecer as origens do gênero, nesse título que além de viciante, era bastante divertido.

Luke
Tem hobbies demais, tempo de menos, fã inveterado de música, filmes e games

Luke publicou 14 posts. Veja outros.

Publicidade

  • Deather Gamer

    Achei tão interessante q decidi pesquisar na app store,tinha e baixei