“É hora de morfar!” – Jason David Frank (Biografia)

Há 20 anos a Terra era invadida mais uma vez por um grupo de criminosos espaciais decidos a tomar conta de tudo e escravizar a humanidade. Bem, na verdade eles queriam conquistar a Alameda dos Anjos, uma pequena cidade americana, que tinha como “point” um centro de diversões frequentado por adolescentes que queriam curtir música, sucos naturais e muita malhação. Para impedir a ameaça, um ser dimensional conhecido como Zordon convocou cinco “adolescentes com garra” e os transformou num grupo de heróis dotados de “um universo de poder”.

Essa era a premissa da série “Might Morphin Power Rangers”, um sucesso nos Estados Unidos e Brasil, que revitalizou a fórmula dos super-heróis coloridos que lutavam contra monstros do espaço, os chamados “Super Sentai”, famosos no Japão desde a década de 70 e que se tornaram fenômeno em nosso país no final dos anos 80 com séries como “Esquadrão Relâmpago Changeman” e “Comando Estelar Flashman”.

Apesar de contar com as cenas envolvendo monstros, heróis e robôs gigantes originais japonesas, a série usava um elenco todo norte-americano para as situações em que não estivessem transformados ou morfados, como se dizia na série. Os protagonistas eram jovens atores de boa aparência e descolados, como as crianças e adolescentes, público da série, esperavam ver na telinha.

Como em todo bom enredo de aventura, a presença de um personagem misterioso, que se mostra como um oponente aos heróis, é um interessante atrativo para o público, conferindo mais elementos de trama aos episódios. E se esse personagem se transformar num poderoso herói, melhor ainda para os fãs. É o caso de Tommy Oliver, que veio a se tornar o Ranger mais popular entre todos os Rangers, estrelando diversas temporadas da franquia. Muito do sucesso se deu devido ao carisma e às cenas de batalha do personagem, interpretado pelo estreante Jason David Frank.

Tommy Oliver começou como vilão, mas se tornou um Power Ranger.

Tommy Oliver começou como vilão, mas se tornou um Power Ranger.

Jason nasceu em Covina, Los Angeles, California no dia 4 de setembro de 1973. Seu pai é Ray Frank e sua mãe Janice Frank, e ele tinha um irmão mais novo, Erick, que faleceu aos 29 anos em 2001. Desde os quatro anos de idade pratica artes marciais, o que lhe ajudou anos mais tarde em sua carreira como ator e recentemente, como atleta de MMA, tendo inclusive, participado de diversos combates. Hoje, além de atuar e competir, trabalha como professor de karatê, transmitindo seus conhecimentos aos jovens.

Com apenas 12 anos, Jason já ensinava artes marciais a outros garotos, chamando a atenção dos professores. Ao completar 18 anos, ele e um amigo decidiram comprar a escola de artes marciais que frequentavam, ao mesmo tempo em que buscava pequenas participações em peças e filmes, geralmente, mostrando suas habilidades.

Em 1993, aos 19 anos, ele fez um teste para a série “Might Morphin Power Rangers”, no papel de um rapaz que se tornaria inimigo dos heróis ao ser dominado pelos poderes da vilã Rita Repulsa. Tommy Oliver, um estudante de artes marciais da Alameda dos Anjos conhece os adolescentes e se interessa pela bela Kimberly (Amy Jo Johnson), a Ranger Rosa. Mas antes mesmo do início do romance, ele se torna o Ranger Verde, um poderoso adversário dos heróis, dotado da famosa flauta para convocar o poderoso Dragão Zord. Quem não se lembra da “musiquinha”?

Mais adiante na série, o Ranger Verde se torna aliado dos heróis, o que, aliás, é bastante comum nos tokusatsus e animes, o personagem que entra na série como vilão e se transforma em herói. Os produtores da série norte-americana mantiveram essa ideia, além das cenas de batalha originais dos seriados japoneses.

Jason, Tommy, Zach, Trinny, Billy e Kimberly, os Power Rangers originais.

Jason, Tommy, Zach, Trinny, Billy e Kimberly, os Power Rangers originais.

Além dos episódios, o ator participou de especiais temáticos da série, além de alguns episódios de “V.R. Troopers”, dos mesmos produtores.

Tommy sai da série quando perde os poderes e volta como o Ranger Branco, tornando-se o líder da equipe a partir da segunda temporada. Em 1995, quando a série estava no auge, os personagens ganharam sua versão para o cinema, totalmente produzida nos Estados Unidos, de modo que os atores puderam finalmente mostrar suas habilidades em cenas de batalha. No ano seguinte, a série mudou para a fase “Zeo” e Tommy continuou como líder da equipe, desta vez como o Ranger Vermelho Zeo, mantendo-se no comando até o final da temporada seguinte, “Power Rangers Turbo”, que também teve uma versão para cinema, quando deixou a equipe. A partir de então, cada nova temporada tinha um elenco próprio, sem ligação com as anteriores, em arcos de histórias fechadas.

Rocky, Tommy, Billy, Adam, Aisha e Kimberly, a segunda formação dos Power Rangers.

Rocky, Tommy, Billy, Adam, Aisha e Kimberly, a segunda formação dos Power Rangers.

Durante o tempo em que esteve em “Power Rangers” atuou em outras séries de televisão como “Family Matters” e “Sweet Valley High”, no ano de 1996. No ano seguinte, ainda apareceu em “Meego” e “Undressed”, também em televisão. Em 2003 participou do filme “Paris” de Ramim Niami.

Em 2004, Jason retorna à franquia “Power Rangers” com o mesmo personagem, desta vez, como um doutor em arqueologia e professor (um novo Indiana Jones?) que se torna mentor dos jovens heróis e mais tarde, transforma-se no Ranger Preto. Era a série “Power Rangers – Dino Trovão”. No ano de 2007 estrelou o filme “Fall Guy: The Jon Stewart Story”, sobre a vida de um dos dublês mais conhecidos dos Estados Unidos. Também esteve em “The Junior Defenders”, produção lançada diretamente para o mercado de home vídeo.

Em 2008 ele teve uma discussão com o ex-colega Austin Saint-John (o primeiro Ranger Vermelho e Ranger Dourado), que também era um atleta marcial. Austin sempre se considerou melhor que os colegas e era visto por alguns como arrogante, de acordo com Jason, que o “convidou” para um desafio de MMA, que nunca foi aceito.

Após deixar os estúdios, Jason passou a se dedicar mais às artes marciais, tanto como professor, como atleta. Ele é criador de um estilo de artes marciais conhecido como Toso Kune Do, que mescla diferentes modalidades, entre elas, Aikido, Judô, Kickboxing e Karatê, e se baseia na busca pela liberdade por meio da expressão do corpo. Segundo ele, a arte marcial é o caminho para que seu praticante encontre o rumo para sua vida, escolhendo o modelo a ser praticado ao mesmo tempo em que cria seus próprios motivos para se enveredar por esse caminho.

Jason David Frank é lutador profissional de MMA.

Jason David Frank é lutador profissional de MMA.

O nome da arte é inspirado em Koichi Sokomoto, especialista em artes marciais que chefiou a equipe de lutas em “Power Rangers”. Jason trabalhou com ele em todas as séries e buscou nas lições de seu mestre o significado de sua arte marcial: o caminho do punho do guerreiro.

Além do Toso Kune Do, Jason David Frank é faixa preta 7º Dan em karatê, faixa roxa em Jiu-Jítsu Brasileiro e pratica Boxe, Kickboxing e Wrestling, que utiliza nas lutas de MMA. Se tornou profissional em agosto de 2010.

Jason foi casado com Shawna Frank, de 1994 a 2001, com quem teve três filhos (Jacob, Hunter e Skye) e atualmente está casado com Tammie Frank, com quem tem uma filha chamada Jenna.

No ano de 2011, estrelou a produção de fantasia e aventura “The One Warrior”. Hoje em dia, Jason participa de competições de MMA, além de convenções sobre a série que o tornou conhecido. Este ano, tem estado em diferentes países, inclusive o Brasil, se apresentando em eventos, sempre munido do capacete do Ranger Verde, seu personagem mais famoso. Em vários desses eventos, já anunciou que voltará a viver Tommy ano que vem na nova e provavelmente última temporada de “Power Rangers”, chamada de “Power Rangers – Super Mega Force” que comemorará os 20 anos do programa. Era para ser lançada este ano, mas sofreu atrasos na produção. Tommy liderará uma equipe de Rangers vindos de diversas formações anteriores que ajudará os novos heróis numa batalha épica.

O retorno do Ranger Verde.

O retorno do Ranger Verde.

Jason está produzindo um reality show sobre sua vida intitulado “My Morphin Life”, com estreia prevista para o próximo ano, além de um longa-metragem sobre o Ranger Verde, com um tom sombrio para o personagem, bem ao estilo Cavaleiro das Trevas e Wolverine, segundo ele mesmo declarou no programa “Agora é tarde” da Rede Bandeirantes de Televisão.

Aquele ator de um personagem só ou um cara que resolveu se enveredar por outros caminhos, aproveitando do que sabe? Seja como for, Jason David Frank entra para a galeria de heróis de muitas pessoas, que hoje não se importam muito com isso, mas que quando crianças, ficavam grudadas de frente à televisão e se divertiam com as aventuras de um grupo de super heróis poderosos e descontraídos. GO GO POWER RANGERS!

admin-FG

admin-FG publicou 405 posts. Veja outros.

Publicidade

  • Rayana Lima

    E é nessas horas que a gente sabe que tá ficando velha… enfim, adorei o texto!
    😉