Família do Bagulho (We’re The Millers) – Crítica

Um misto de clichê com algumas boas risadas.

f1

Você já assistiu vários filmes de comédia onde a família que está em crise resolve pegar a estrada para resolver os seus problemas? Pois é… Esse é igual a todos aqueles outros.

Agora, se você adora de paixão o clássico Férias Frustradas (Chevy Chase) e não achou tão ruim assim o Férias no Trailer (Robin Williams), pode até curtir Família do Bagulho, mas não vai se surpreender com o filme.

f2

Um traficante local precisa ir até o México para trazer uma carga de drogas, mas para não levantar suspeitas, ele resolve criar uma família fictícia e para isso convoca a lindíssima Jennifer Aniston (Friends) que é stripper, e para completar a família, ele também convida seu vizinho virgem e uma drogada moradora de rua.

Eu tenho certeza que após essa breve sinopse você já conseguiu prever a maioria das situações que eles passam, e em boa parte deve estar certo.

O filme tem altos e baixos, ele é muito divertido nas várias situações engraçadas onde usa um humor um pouco mais forte do que os filmes que eu mencionei acima, lembre-se… A personagem da Jennifer é uma stripper, isso quer dizer que boa parte das piadas terá cunho sexual ou palavras de baixo calão, então nada de levar a vovó nesse domingo ao cinema ou você ficará envergonhado com a palavra “pênis” sendo repetida tantas vezes em um filme.

f3

A parte onde o filme cai na qualidade é exatamente quando os personagens passam por lições de moral ou arrependimentos sentimentais. Uma verdadeira enxurrada de clichês e cenas totalmente previsíveis.

A Família do Bagulho é apenas mais uma razoável comédia que vai passar nos cinemas sem fazer muito estardalhaço. Até porque não tem nada de diferente a não ser algumas cenas de constrangimentos entre os personagens e boas piadas de momentos, mas ao sair do cinema você vai se esquecer da maioria delas.

Minha nota para A Família do Bagulho é 5 de 10.

Sinopse:

David Burke (Sudeikis) é um traficante informal de maconha, cuja clientela inclui chefs e donas de casa, mas não seus filhos – afinal, ele tem escrúpulos. Então, o que poderia dar errado? Abundância. Preferindo ser discreto, por razões óbvias, ele aprende da maneira mais difícil que nenhuma boa ação fica impune quando tenta ajudar alguns adolescentes locais e acaba sendo atacado por um trio de punks. Roubando seu estoque e seu dinheiro, o grupo deixa para ele apenas uma grande dívida com seu fornecedor, Brad (Ed Helms).

Querendo limpar sua barra – e manter seu atestado de saúde –, David precisa se tornar um traficante de drogas de sucesso, trazendo a mais recente encomenda de Brad do México. Lado a lado com seus vizinhos, a stripper Rose (Aniston), o aspirante a cliente Kenny (Will Poulter) e a adolescente tatuada e cheia de piercings Casey (Emma Roberts), ele elabora um plano infalível. Formada por uma esposa falsa, dois filhos falsos e um enorme e brilhante trailer, a família “Millers” vai para o sul da fronteira passar um feriado de 4 de julho que tem tudo para acabar em confusão.

Trailer:

 

Galeria de fotos:

f4

 

 

f5

 

 

f6

 

 

f7

 

 

f8

 

 

f9

 

 

f10

Leandro Vallina
Formado em Comunicação Social. Tem como prioridade na vida cuidar da filha, jogar videogame, alimentar e passear com os cachorros, alimentar e passear com a esposa e jogar mais um pouco de videogame.

Leandro Vallina publicou 1197 posts. Veja outros.

Publicidade