[Scary Shit] Do Além – H.P. Lovecraft’s From Beyond

Humanos são uma presa tão fácil.

cartaz

 

O Objetivo da Coluna Scary Shit é indicar grandes filmes de terror/horror que não podem deixar de ser vistos pelos amantes do gênero, ou por quem gosta de cinema e acha importante conhecer os maiores expoentes de todos os gêneros.

O eterno cientista louco

O eterno cientista louco

Claro que H.P Lovecraft dispensa apresentações para qualquer pessoa que gosta do fantástico, mas se você não sabe quem é Lovecraft, saiba que ele foi, muito resumidamente(e portanto injustamente) falando, um escritor norte americano que viveu entre 1890 e 1937, e mesmo vivendo pouco e numa época tão remota, deixou um legado inigualável em histórias e contos, que até hoje servem de inspiração para absolutamente todas as criações fantásticas, sejam elas de terror, ficção ou fantasia. Lovecraft criou uma verdadeira mitologia.

Alguns de seus contos se tornaram filmes famosos como Re-Animator, de 1985 ou serviram de base para filmes como Hellboy e A Morte do Demônio (o livro dos mortos citado em Evil Dead foi criado por Lovecraft). Indiretamente, sua influencia beira o infinito.

Do Além (From Beyond, nome original fielmente traduzido) de 1986, a exemplo de Re-Animator, foi dirigido por Stuart Gordon, que após estes dois grandes filmes não teve mais tanto sucesso em Hollywood, chegando a dirigir até mesmo a série de TV baseada no filme “Querida…encolhi as crianças”.

fbeyond_shot12lCom o baixíssimo orçamento de 4,5 milhões de dólares, Gordon foi obrigado a usar de muita criatividade, muita tinta vermelha e muita borracha para levar para as telas as criaturas grotescas imaginadas por Lovecraft.

Na história conhecemos o Dr Edward Pretorius, um cientista que consegue criar uma máquina chamada “Resonator” capaz de, através de estimulação da glândula pineal, abrir o chamado terceiro olho e ativar assim o sexto sentido das pessoas, levando elas a ver, e sentir os estranhos seres extra dimensionais que, segundo ele, estão em nossa volta o tempo todo, mas não conseguimos notá-los

Dr Pretórius é vítima de seu próprio experimento e seu ajudante, Dr Crawford Tilinghast,(Jerfrey Combs, também de Re-Animator) é internado como louco.

frombeyond

A história se complica quando uma psiquiatra (Barbara Crampton, de Dublê de Corpo e que também trabalhou com Gordon em Re-Animator) resolve investigar a história, religando o equipamento e trazendo de volta os monstros.

O ponto divertido do filme é fazer algo que os grandes filmes de terror faziam muito nos anos 80, até pelo baixo orçamento e tecnologia da época, usar e abusar da maquiagem e dos bonecos.

Queria que todas as heroínas dos filmes fossem assim

Queria que todas as heroínas dos filmes fossem assim

Outra coisa que torna o filme ainda mais divertido é que eles explicam que a glândula pineal, estimulada pela máquina (em alguns casos a ponto de não caber mais na cabeça) é também a glândula que controla os prazeres sexuais, ou seja, além de sofrer com mortes terríveis e deformações, as vitimas também sofrem de um tremendo de um tesão.

As cenas clássicas de distorção corpórea lembram clássicos como “O enigma de outro mundo” e a “A Mosca”, e se o espectador conseguir relevar os poucos efeitos de CGI pra lá de ultrapassados, é possível ficar até enjoado com os efeitos práticos. Confesso que a cena em que uma médica tenta retirar a glândula pineal super desenvolvida da cabeça do Dr Tilinghast me fez abandonar a pipoca.

Mais do que um banho de sangue, a história leva a esta reflexão sobre a ganância dos homens em querer desvendar todos os mistérios da mente lavada às últimas consequências.

3725085506_fa7343227d

Do Além é um filme pra lá de divertido, que faz qualquer fã do gênero morrer de saudades das estantes empoeiradas das locadoras nos anos 80.

Me dá um beijinho...

Me dá um beijinho…

Ah, o cinema de horror dos anos 80!!!!

Trailer:

 

Mau Franco
Formado em ciências da computação e pós-graduado em administração e gerenciamento de projetos, trabalha 9 horas por dia em uma grande empresa. O pouco tempo que lhe resta é passado com sua esposa, filhos, cachorros, alguns poucos games e algumas centenas de filmes.

Mau Franco publicou 270 posts. Veja outros.

Publicidade