As Aventuras de Paddington – Crítica

Quase um Ursinho Pooh em live action.

p1

O Natal está chegando e com isso muitos filmes com um toque de “família” devem invadir os cinemas. As Aventuras de Paddington vem com essa intenção e irá agradar o publico infantil, mas pode cansar um pouco os pais.

Uma espécie rara de urso vivia nas florestas até ter um contato com um humano que mudou as suas vidas. Além de ensinar aos ursos que marmelada é a melhor comida do mundo, o humano também deixou em aberto um convite para que os ursos um dia pudessem visita-lo na cidade. Alguns anos se passaram, um terremoto acabou com “a casa da árvore” do urso que resolveu ir morar na cidade, já que deve ser mais seguro do que morar em uma selva.

p2

Demora um pouco a entendermos que todos os humanos vivem em um universo alternativo onde é natural uma espécie de urso falar com os humanos (ninguém estranha isso), o que me deixa maluco é porque APENAS o urso conversa com humanos, por que os cachorros ou outros bichos do filme não tem essa habilidade? Bom… deixando a teoria de Stuart Little de lado seguimos com a aventuras de um imigrante na cidade grande, é muito fácil e óbvio ver esse paralelo criado, isso acaba tão escancarado que as melhores piadas são no estilo “Primo Cruzado” (se lembra desse seriado?).

p6

Apesar de o roteiro ser bem bobinho, onde temos uma vilã com a maligna ideia de querer empalhar o urso e a família onde o pai não quer um cachorro São Bernardo chamado Beethoven urso vivendo entre os filhos e correndo pela casa, Paddington acaba conquistando a família com o seu carisma e inocência a lá Ursinho Pooh. Lembrando que o personagem Paddington é quase tão antigo quanto o Ursinho da Disney, ele faz sucesso na Europa desde 1958.

O destaque do filme são as inúmeras cenas de pura trapalhada que o urso cria dentro da casa, porém a melhor cena do filme está no trailer (sim!! A cena do banheiro). Outro grande destaque é a beleza gráfica que foi usada para criar o ursinho, passando bem de longe de live actions que fracassaram ao misturar personagens vivos com animações (como Scooby-Doo).

As Aventuras de Paddington irá trazer uma boa tarde de alegria para a família que for ao cinema, mas com uma baita ajuda do clima natalino que nos rodeia nessa época do ano.

Roteiro fraco, piadas e travessuras bobas e um final mais que previsível, serve apenas para tirar a família de casa, mas não marcará as lembranças de ninguém, nem das crianças.

FATO: A dublagem do ursinho feita pelo Danilo Gentili não atrapalha e até ajuda a criar o carisma pelo ursinho. Ponto pro humorista.

Nota do Autor: 5
Nota do público:(8 votos) 5.3
Dê a sua nota:

Sinopse:

“As Aventuras de Paddington”, que conta a história do simpático, e atrapalhado, ursinho que nasceu no coração da Selva Peruana e foi para Londres em busca de um lar.

Trailer:

Imagens e fotos:

p3

p5

p7

p8

Leandro Vallina
Formado em Comunicação Social. Tem como prioridade na vida cuidar da filha, jogar videogame, alimentar e passear com os cachorros, alimentar e passear com a esposa e jogar mais um pouco de videogame.

Leandro Vallina publicou 1212 posts. Veja outros.

Publicidade