Eu vi o Diabo – I Saw the Devil – Crítica [Scary Shit]

 

FpjSSMk

Não é de hoje que o cinema oriental nos brinda com excelentes filmes de terror e suspense, mas geralmente quando falamos disso estamos citando o Japão. Pois na Coréia também existem diretores capazes e que produzem boas obras.

I-Saw-the-Devil02O diretor Kin Jee-Woon é um bom exemplo do que estou falando, ele já havia dirigido o bom filme “Medo” (A tale of two sisters) em 2003 mas ficou mais conhecido ao ter a honra de dirigir Arnold Schwarzenegger em “O último Desafio”, este já em Hollywood em 2013.

Hoje vamos falar de “Eu vi o Diabo” (I Saw The Devil) de 2010, uma ode à vingança olho por olho.

No filme conhecemos Lee (excelente nome pra um personagem coreano, interpretado por Kim Soo-hyeon), um detetive da polícia que está noivo da linda filha do chefe.

i-saw-the-devil-02Infelizmente sua noiva, grávida, é vitima de um serial killer brutal e Lee promete vingança. Até aí nada de diferente do que já vimos em um milhão de filmes, os principais diferenciais deste filme são a violência explícita com que tudo é mostrado e a criatividade no plano de vingança de Lee.

Violência extrema, crua e mostrada em todos os detalhes, explicitando todo o sofrimento das vítimas implorando por suas vidas enquanto são violentadas, mortas, e esquartejadas (felizmente nesta ordem) por um maníaco muito bem interpretado por Kim Soo-hyeon, o astro do cultuado Oldboy.

Lee então se une ao sogro para encontrar o assassino, o que consegue de forma até bastante rápida, mas ao invés de prendê-lo ou simplesmente matá-lo como o sogro imaginava, Lee decide colocar um rastreador no cara e espancá-lo quase até a morte… eu disse quase…e isso fica claro já que o próprio Lee se certifica de garantir que assassino não morra tão cedo, levando-o ao hospital para que ele se recupere e siga sua vida. Ele faz isso apenas para poder caçá-lo e espancá-lo novamente, e de novo, e de novo.

I-Saw-the-Devil-30812_4

Logicamente as coisas saem do controle e temos algumas reviravoltas interessantes na trama.

Eu Vi o Diabo é um filme muito bom, extremamente gráfico e sanguinolento, o que pode até ser um problema para os mais fracos.

Mas não tenho só elogios à obra de Kin Jee-Woon, até mesmo os que adoram uma boa violência cinematográfica podem se cansar um pouco dela em quase duas horas e meia de muito sangue, o que acaba tirando um pouco do impacto que o diretor, provavelmente, queria causar.

i saw the devil

Além disso, a própria motivação de Lee acaba se desgastando um pouco à medida que percebemos que não importa o que ele faça, nada vai o livrar do sentimento da perda. Se no início do filme embarcamos em sua vingança, à medida que o tempo passa vamos ficando ansiosos por um desfecho na história, e este demora demais a chegar.

Mas apesar de um pouco longo, o filme não decepciona, temos muita ação, muita pancadaria, um “herói” que espanca todos sem tomar conhecimento  em busca de vingança (lembram de Oldboy?) e um final excelente.

Prepare o estômago e divirta-se com Eu vi o Diabo.

Trailer legendado:

Mau Franco
Formado em ciências da computação e pós-graduado em administração e gerenciamento de projetos, trabalha 9 horas por dia em uma grande empresa. O pouco tempo que lhe resta é passado com sua esposa, filhos, cachorros, alguns poucos games e algumas centenas de filmes.

Mau Franco publicou 277 posts. Veja outros.

Publicidade