Kage: Shadow of the Ninja [NEStalgia]

Quando apenas 3 Ninja Gaidens não são suficientes…

k0

A equipe que fez o Ninja Gaiden no Gameboy, foi responsável por Kage: Shadow of the Ninja, um jogo de ação sidescrolling na mesmíssima pegada.

Tela americana

Versão americana

 Versão japonesa

Versão japonesa

 

A história e o jogo:

No futuro (2029) um imperador cheio de ódio no coração, chamado de Garuda, invadiu e tomou poder dos EUA, milhares de pessoas inocentes que são contra o novo império estão sendo assassinadas e apenas os dois ninjas podem parar os planos de Garuda, o Lorde Hayate e a Lady Kaede.

k3

O jogo é de ação lateral e segue o mesmo gameplay do clássico Ninja Gaiden: anda pula, bate com espada ou uma espécie de chicote de corrente com uma lança na ponta, se agarra nas paredes e no teto e ainda tem uma magia especial.

k4

Gráficos e Som:

Na época dos 8 bits, qualquer game que ousasse fazer algum efeito um pouco mais diferente do normal já era uma grande evolução. Kage era um game de cenários futuristas e sombrio, parecia que você estava em uma Gotham City, mas os cenários eram bem detalhados e bonitos e alguns toques nos davam um efeito final fantástico. No caso da chuva da primeira fase, ou as águas do esgoto do estágio 2-1, a bela skyline do início da 3 (é claro que não se compara com a do game Vice Project Doom) e a fase 4 também é bem bacana, sendo que ao fundo vemos a cidade e os prédios em chamas. Os cenários são repletos de detalhes legais e bem feitos.

k1

O som do game também é caprichado, uma música oriental tecno dá o embalo das fases e até os efeitos sonoros (principalmente os da explosões dos chefes) são bem melhores dos que estamos acostumados a ouvir.

Jogabilidade e desafio:

Assim como a franquia Ninja Gaiden, esse jogo possui o mesmo estilo de jogabilidade e é tão difícil quanto o jogo do Ryu Haibusa, só que a única diferença é que não temos as belas magias que a outra franquia possuía, na verdade o Kage até tem uma magia, basta você manter pressionado o botão de ataque por intermináveis 10 segundos, e assim o seu personagem ira soltar uma super magia, só que além de você ficar vulnerável nesse tempo, ainda perderá mais da metade da barra de energia, ou seja, esse golpe não é recomendável.

Golpe especial: gasta energia e não detona chefes de fase

Golpe especial: gasta energia e não detona chefes de fase

Mas como irá aparecer muitos powers ups interessantes no seu caminho, como bombas e estrelinhas ninja, a magia não vai fazer tanta falta, e o seu ninja também é muito ágil, sendo assim você irá conseguir desviar de muitos ataques inimigos, principalmente pulando sobre eles e atacando pelas costas. Uma coisa interessante é que nesse game os chefes de fase são relativamente fáceis, o grande problema no game será atravessar a fase com a enxurrada de inimigos chatos que irão tirar energia do seu herói.

Conclusão:

Até hoje esses games plataformas fazem sucesso, nas próprias redes onlines dos consoles atuais, sempre aparecem jogos com essa mesma pegada, porém não são feitos pelas grandes produtoras e sim jogos Indies.

k8

Kage é um jogo difícil mas bem feito e extremamente divertido, e a dificuldade pode assustar os jogadores casuais, porém quem gosta das séries Castlevania e principalmente Ninja Gaiden (ambos do NES) com certeza vão adorar esse game.

k7

Minha nota para Kage: Shadow of the Ninja é 8 de 10

Curiosidade:

Não foram duas ou três, mas sim inúmeras vezes que eu aluguei esse Kage (foto abaixo) pensando ser o Kage: Shadow of the Ninja, culpa das malditas capinhas japonesas que não conseguíamos identificar o jogo, ou das locadoras que não disponibilizavam as caixas e apenas a ficha com o nome dos jogos em paineis nas paredes. É claro que nessa ficha só tinha o nome KAGE. Levo esse trauma até hoje. 😛

gfs_39640_2_9

Esse não é o Kage bom, e sim outro Kage… o ruim

 

 

Gameplay:

Se você curte jogos antigos, visite as colunas Botão Solitário (Atari), NEStalgia (Nes) e 16 Bits Fever (Mega/Snes).

E ouça aos podcast que gravamos desses consoles clássicos.

FGcast Atari AQUI.

FGcast Mega Drive AQUI.

FGcast Nintendinho AQUI.

Até a próxima e bons jogos.

Fui pro game…

Leandro Vallina
Formado em Comunicação Social. Tem como prioridade na vida cuidar da filha, jogar videogame, alimentar e passear com os cachorros, alimentar e passear com a esposa e jogar mais um pouco de videogame.

Leandro Vallina publicou 1033 posts. Veja outros.

Publicidade