Dragon Ball Z: A Renascimento de ‘F’ (Dragon Ball Z: Fukkatsu no 「F」) – Crítica

Durante várias manhãs e tardes nos anos 90, crianças de todo o país acompanharam as aventuras de Goku para salvar o universo em Dragon Ball, eu mesmo fui uma delas e nessas aventuras conhecemos alguns dos maiores vilões da nossa geração: Pilaf, Vegeta, Cell e Majin Boo, mas com toda certeza o vilão que marcou a maior parte dessas crianças foi Freeza, que agora retornou do mundo dos mortos e está atrás de vingança!

FOX_DGBZ_Pôster_64x94

Lembro que Dragon Ball Z: A Batalha dos Deuses foi um filme que me decepcionou em vários pontos, o excesso de um humor desnecessário, um vilão com pouco carisma e uma história desnecessária para o universo do anime fizeram com que eu não me animasse tanto para essa sequência, e talvez tenha sido isso que me fez gostar de O Renascimento de Freeza.

DBZ-060

Desta vez o filme não cometeu a maioria dos mesmos erros que seu predecessor, ainda temos um pouco de humor pastelão, mas nada que atrapalhe o andamento do filme, pelo contrário, a maioria das piadas foram bem encaixadas (embora algumas sejam simplesmente horríveis). Outro motivo de várias reclamações de A Batalha dos Deuses é menos evidente na sequência: a personalidade dos personagens, principalmente Goku e Vegeta, estão muito mais fiéis ao que víamos nos episódios do anime.

DBZ-071

Mas o ponto principal para o filme se sair melhor, com toda a certeza é o vilão. Freeza não é só carismático de uma forma que Bills ainda não demonstrou ser, ele traz um efeito nostálgico incrível. Na história do anime, Freeza se gabava por ser incrivelmente poderoso sem nunca ter passado por nenhum treinamento, agora para conseguir sua vingança, o vilão passa por um treinamento e se torna muito mais poderoso, inclusive ganhando uma nova forma. Então nesse filme temos não só uma ameaça real para os nossos heróis, mas também um vilão com uma motivação verdadeira.

DBZ-011

O longa também traz de volta vários personagens clássicos da série, Bulma junto de Bills e Whis (De Batalha dos Deuses) e os clássicos “guerreiros Z”, Picollo, KurilinTenshinhan, Gohan e até mesmo o Mestre Kame para enfrentar o exército de Freeza. Já o roteiro não chega a ser grande coisa, o filme promete e até mesmo nos provoca à esperar certos acontecimentos que infelizmente não vem, ao menos não no filme, já que a história será continuada na animação Dragon Ball Super.

DBZ-037

A animação é muito bem feita, obedecendo o traço do mestre Toriyama (que assina o roteiro) mas aproveitando da tecnologia atual para usar um pouco de CG nas cenas de luta, o que assim como em Batalha dos Deuses, fez com que ficassem muito dinâmicas e fluidas. O filme também pode ser visto em 3D, mas infelizmente não consegui assistir à essa versão do filme. Vale citar também outro elemento que faça com que o filme seja tão saudoso, todos os dubladores do anime original retornam para dar as vozes aos personagens, um presentão para nós fãs!

Um filme que vai animar os fãs, com lutas incríveis e personagens amados por uma geração, Dragon Ball Z: O Renascimento de ‘F’ não repete os erros do filme anterior, não chega a ser uma obra prima, mas é uma diversão agradavelmente saudosista.

Nota do Autor: 8
Nota do público:(11 votos) 9.3
Dê a sua nota:

Sinopse: No longa, o vilão F, o Imperador do Mal, renasce, alcançando a última de suas transformações. Caberá a Goku e seus amigos guerreiros Vegeta, Mestre Kame e Gohan juntar forças para combater o inimigo que voltou dos mortos.

Galeria de imagens:

DBZ-061

DBZ-073

DBZ-043

035-448

Guilherme Vitoriano
Devorador de Livros e Quadrinhos, domador de jogos.e Nerd assumido. Apreciador de uma boa música e apaixonado por suas meninas.

Guilherme Vitoriano publicou 239 posts. Veja outros.

Publicidade