Eva – Um Novo Começo (Eva) – Crítica [Sabe Aqueles Filmes…]

Uma ficção científica com efeitos especiais melhores do que muitos filmes americanos por aí.

Eva Um Novo Recomeço

Esse é o drama espanhol Eva que, apesar de taxado como ficção, foca mais no drama romântico, mas mesmo assim surpreende. A história se passa numa época em que os robôs convivem com os humanos, sendo controlados por eles e por isso, não é permitida a criação de robôs livres, apesar de ter alguns poucos existentes. O controle está tanto em ações simples, como na realização de tarefas até a desativação de algum robô com defeito através da frase “O que você vê quando fecha os olhos?”, algo que achei genial.

A narrativa gira em torno de Alex, um engenheiro cibernético que retorna a cidade natal para a construção de um novo modelo de robô: uma criança. Ele acaba conhecendo Eva, uma garota espevitada e livre, que faz e fala o que bem entende e por isso ele resolve basear seu novo robô nela. Eles acabam criando um laço de amizade muito grande, o que os faz ficar cada vez ais próximos.

Ainda temos o romance e a intriga da película e, apesar disso ficar em segundo plano no começo do filme, conseguiu ser muito bem desenvolvido até seu desfecho. Apesar de ser uma história um pouco repetida no quesito drama/romance, o que deixa o longa ainda mais primoroso é justamente a ficção colocada nele como pano de fundo para a narrativa.

A trilha sonora também foi muito bem composta e usada, sendo colocada nas cenas certas nas horas certas e isso me agradou e muito. Esses pequenos detalhes, desde o modo como agem com relação aos robôs até a música da cena em questão tornaram o filme espetacular para algo que nem americano é, afinal sabemos a qualidade da ficção que eles produzem.

Um roteiro muito bem elaborado, efeitos especiais magníficos e com uma boa qualidade gráfica, trilha sonora gostosa, ficção, drama e romance, tudo o que um filme precisa para ser bom.

Nota do Autor: 9
Nota do público:(13 votos) 6.4
Dê a sua nota:

Sinopse: 

Um futuro próximo no qual os seres humanos vivem acompanhados de criaturas mecânicas. Alex, um reputado engenheiro cibernético, retorna a Santa Irene com uma missão muito específica da Faculdade de Robótica: a criação de um menino robô. Durante dez anos de ausência, a vida seguiu seu curso para seu irmão David e para Lana, que, depois da partida de Alex, refez sua vida. A rotina de Alex se verá alterada de forma casual e inesperada por Eva, uma menina especial, de personalidade magnética, que desde o primeiro momento estabelece uma relação de cumplicidade com Alex. Juntos empreenderão uma viagem que lhes precipitará a um final revelador.

Galeria de Imagens:

eva

70572_f5

70572_f3

eva2

Stefanny Oliveira
Formada em Letras Língua Portuguesa, faz Jornalismo e é viciada no Twitter. Vive nos cinemas e adora dar uma de crítica profissional. Assiste mil séries ao mesmo tempo e sempre tem um comentário na ponta da língua para cada uma delas. Nerd assumida e tudo por culpa do Tony Stark. Ama música e sempre está com seus fones de ouvido pra onde quer que vá. Ouve principalmente Indie Rock e odeia quem comete o homicídio de seus ouvidos.

Stefanny Oliveira publicou 194 posts. Veja outros.

Publicidade