Grandes Olhos (Big Eyes) – Crítica

Desde o começo este filme me pareceu um tanto peculiar. Tim Burton fazendo filme biográfico sem o seu querido ator Johnny Depp. Um tanto estranho, mas depois de seus últimos filmes terem sido experiências não muito boas, sempre é bom dar mais uma chance. E felizmente, Burton tentou algo novo em que obteve êxito. Esse experimento se chama Grandes Olhos.

Grandes-Olhos

Em Grandes Olhos nós conhecemos uma pequena parte da vida da pintora Margaret Keane, esta que nasceu no ano de 1927 e acabou por se tornar uma das maiores e mais lucráveis pintoras dos anos 50.

O filme se inicia no momento em que Margaret (Amy Adams, de O Homem de Aço) sai de casa com sua filha fugindo de seu marido. Então, tentando se adaptar com sua nova vida de divorciada (algo que era completamente abominável naquela época), começa a trabalhar com pintura em parques, coisa que já fazia, criando caricaturas das pessoas com o seu estilo que consiste em desenhar a mesma com olhos grandes e medonhos. Por isso ela conhece o também pintor, Walter Keane (Christoph Waltz, de Django Livre), homem que a seduz e ambos se casam. Com o objetivo de divulgarem suas artes, Walter faz todos os negócios possíveis, e com isso descobre que as pinturas de Margaret fazem muito mais sucesso. Ele, então, começa a levar a fama pelas obras de sua mulher enquanto essa se vê presa sobre ameaças de seu marido e o preconceito da época sobre as mulheres.

Uma história muito interessante sobre uma figura que pouco devemos ter ouvido falar, por isso Grandes Olhos já ganha ponto por nos apresentar essa narrativa pelas mãos ótimas de Tim Burton. Sinceramente, esse não é um filme que tenha o estilo de Tim Burton. Sendo uma história dramática, Burton mantém sua mão controlada sobre todo o decorrer da história, tornando-a algo sério com leves pitadas cômicas que são, basicamente, todas postas sobre um personagem. Porém, após um momento do filme, Burton dá algumas sutis “cutucadas” com o seu estilo. Isso pode passar despercebido para algumas pessoas fazendo com que não tenha relevância nenhuma, mas para olhos que já conhecem seu trabalho, é algo que é percebido facilmente e quebra o ritmo mais sério que o filme apresenta.

Sobre as atuações, todas em geral são boas. O peso do filme cai sobre o casal que faz com que a escolha dos atores tenha de ser precisa. E foi, pois ambos os atores estão ótimos. Amy Adams já vem provando que é uma atriz muito competente e este drama exige que ela demonstre frustração e tristeza comprimidos. Por conta do seu excelente trabalho levou o Globo de Ouro de Melhor Atriz em Comédia ou Musical. Sobre o personagem que leva quase todos os momentos cômicos do filme, é aí que entra Waltz. Christoph Waltz é um ator maravilhoso, fato comprovado por já ter levado dois Oscar’s de Ator Coadjuvante facilmente. Em Grandes Olhos, Waltz faz um bom trabalho mas a necessidade de fazer com que ele seja um personagem exaltado e em tese, engraçado, acabou por deixar tudo muito exagerado e passar do ponto em alguns momentos. Isso é evidente na cena do tribunal, onde o dedo de Tim Burton exige que a atuação de Waltz seja algo que não cabe no filme. Foi boa, mas acabaram por descartar uma atuação que poderia estar no Globo de Ouro ou quem sabe, Oscar.

O filme me surpreendeu positivamente com algo que não é muito trabalhado: a fotografia. Nós temos paisagens lindíssimas. Isso é sempre bem explorado nas viagens que os personagens fazem, em especial quando acabam indo para o Havaí. Juntamente com esta fotografia linda, nós temos uma trilha sonora fantástica e além da trilha original, ainda temos Lana Del Rey com sua música Big Eyes.

Grandes Olhos é um filme bom, uma história verídica muito interessante que no final passa uma mensagem que muito já ouvimos: “Uma mentira contada muitas vezes, acaba por se tornar uma verdade”. Para os amantes da arte é um filme obrigatório. Esta foi uma boa recuperação de Tim Burton, porém o seu único defeito foi ter tocado o filme com seu estilo em momentos que poderiam sobreviver sem ele, quebrando um ritmo que já estava consagrado.

Nota do Autor: 8.5
Nota do público:(15 votos) 8.6
Dê a sua nota:

Galeria de Imagens:

big-eyes-e1416341444776

big-eyes-christoph-waltz-amy-adams

Big-Eyes-Official-Poster-PHOTOS-17NOVEMBRO2014-06

398427

Trailer:

Arthur Lopes
Canal pessoal - Marmota Frita Fanático por cinema e video games em geral desde sempre, estuda administração mas seu verdadeiro amor permanece no mundo da sétima arte. Ama qualquer gênero cinematográfico, indo de romance até terror mas com preferência no drama, o que fez com que Batman - O Cavaleiro das Trevas se tornasse o seu filme favorito, consagrando Nolan como o mesmo. Mas também admira outros mestre do cinema como Eastwood e Tarantino. Escreve nas horas vagas e está adaptando um conto no intuito de transforma-lo em um roteiro para longa-metragem.

Arthur Lopes publicou 264 posts. Veja outros.

Publicidade