O inigualável Jack Nicholson [Pop Cine]

Ele é considerado um dos melhores atores da história, se não o melhor a partir dos anos 70. Seus personagens são icônicos: Jack Torrance, Jake Gittes, Randle Murphy e, claro, o Coringa. Um recordista do Oscar, com 12 indicações nas categorias Ator e Ator Coadjuvante, o nome de Jack Nicholson se confunde com a história dos mestres da sétima arte nos últimos 50 anos.

nicholson joker

A própria origem de Jack Nicholson parece ser roteiro de filme. Nasceu em 1937 em Nova York. Quando tinha 37 anos, em 1974, descobriu que tudo que pensava sobre sua infância foi uma mentira, pois um repórter publicou uma dura verdade: Jack foi criado pensando que sua mãe, que era menor de idade quando ele nasceu, era sua irmã. Assim, quem Jack chamava de pais eram na verdade seus avós. O suficiente para fundir a cuca de qualquer um. Para piorar, não havia mais quem confrontar sobre a história: a mãe e os avós já haviam morrido. Ele nunca soube quem foi seu pai verdadeiro.

Nicholson quase fez fama atrás das câmeras. Quase. Seu primeiro emprego em Hollywood foi nos estúdios de animação Hanna-Barbera como mensageiro. Logo seus chefes lhe ofereceram trabalho no departamento de animação, mas Jack já tinha certeza de que seguiria o caminho da atuação. Seu primeiro papel foi, vejam só, como protagonista… mas de um filme B chamado “The Cry Baby Killer”, de 1958. Na década seguinte, ele continuaria trabalhando com o diretor Roger Corman em filmes que hoje são cult, como “A Pequena Loja de Horrores” e “O Corvo”.

nicholson young

Mas foi atrás das câmeras que sua grande chance começou a se delinear. Jack era roteirista de um filme de Corman e conheceu no set os jovens e ousados Peter Fonda e Dennis Hopper. Peter e Dennis chamaram o novo amigo para atuar em “Sem Destino” (1969), uma ode à liberdade que mudou para sempre os rumos do cinema.

Nascia assim a persona de Jack Nicholson no cinema: um homem charmoso e excêntrico. Às vezes a excentricidade superava o charme em personagens como Jack Torrance de “O Iluminado” e o lendário Coringa da versão de 1989 de Batman. Na ocasião, a atuação de Jack inclusive ofuscou Michael Keaton em algumas cenas.

nicholson-26184691-1200-900

A galeria de papéis que ele recusou é igualmente notável: para se ter uma noção, ele não quis interpretar Michael Corleone!!!! Também deixou de ser protagonista em “Contatos Imediatos de Terceiro Grau” (1977), no polêmico “Calígula” (1979), na cinebiografia política “Nixon” (1995), no clássico “Apocalypse Now” (1979, o papel foi para Martin Sheen), em “Três Reis” (1999) e “Retrato de uma Obsessão” (2002). Também recusou o trabalho de dublagem do vilão Hades no filme da Disney “Hércules” (1997). Ah, e ele quase disse não para Scorsese em “Os Infiltrados” (2006), mas o diretor e seu fiel escudeiro Leonardo DiCaprio convenceram Jack a mudar de ideia.

Seus três Oscars vieram de filmes muito distintos. O primeiro, em 1975, foi conquistado interpretando um paciente de hospício nas mãos de uma enfermeira sádica em “Um Estranho no Ninho”. O segundo, de Ator Coadjuvante, foi como um astronauta aposentado e envolvente em “Laços de Ternura”, de 1983. E Jack voltou a receber o prêmio máximo de atuação em 1997, como um escritor neurótico que tem sua vida mudada pela vizinha garçonete em “Melhor é Impossível”.

jack1

Há pouco tempo fomos surpreendidos por um boato online dizendo que Jack Nicholson resolvera se aposentar porque apresentava os primeiros sintomas do mal de Alzheimer. Depois foi descoberto que tudo não passava de uma mentira, mas que serviu para deixar cinéfilos com o coração na mão e lembrar a todos que o tempo passa até para as lendas da sétima arte. Felizmente, mesmo o passar do tempo e a deterioração física e mental são incapazes de destruir nossos ídolos: eles estarão sempre lá, eternizados em celuloide para muitas mais gerações os apreciarem.

Leticia Magalhães
Letícia Magalhães é estudante universitária e tem dois livros publicados. Atualmente mantém o blog Crítica Retro, sobre cinema clássico, e colabora também nos sites Leia Literatura, Antes que Ordinárias, Red Apple Pin-Ups e Gene Kelly Fans.

Leticia Magalhães publicou 78 posts. Veja outros.

Publicidade

  • João Gustavo Rosa

    Um dos maiores atores de todos os tempos….”Here’s Johnnyyyy”…SENSACIONAL…