O Regresso (The Revenant) – Crítica

Assistir Iñárritu dói!

090910.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx

Em meio às florestas do desconhecido EUA, um grupo de exploradores caçam animais e pegam suas peles para venda. Entre eles está Glass (Leonardo DiCaprio, Django Livre), que quando sozinho é atacado brutalmente por urso, e tem de lutar pela sua vida. Ao ser encontrado pelos companheiros, todos ajudam Glass a sobreviver a não ser Fitzgerald (Tom Hardy, Mad Max: Estrada da Fúria) que no primeiro momento, diz a todos que Glass está morto e parte, deixando o homem em meio à neve, e ferido, para morrer. Porém Glass, com ódio, sangue e força de vontade agora quer vingança de Fitzgerald, passando por uma longa jornada que poderá purificar a sua alma.

Como eu disse logo de início, assistir Iñárritu dói.

Sim, não há um filme do diretor mexicano em que não terminamos com uma certa mágoa ou depressão dentro de nós. A marca do diretor, em mostrar a brutalidade do ser humano, em como somos selvagens, é presente em tudo que toca, e O Regresso pode ser a demonstração mais fria e cruel que Iñárritu já fez.

Assistir O Regresso, um filme que se baseia quase todo sobre um personagem perdido em meio à uma imensidão branca de neve, e em outros momentos, alterna para mostrar mais um pouco sobre o fantástico Fitzgerald, não é para qualquer um. Mesmo sendo um filme mais comercial, o toque cult de Iñárritu não sai, e cria um filme quase mudo, com longos 150 minutos e que irá exigir paciência daqueles que esperam ver sangue e conflitos.

Mas além de tudo, O Regresso é fúria! O Regresso é raiva, ódio, sangue! Cada segundo de tela, cada corte que é feito em Glass, em que o personagem toma uma facada ou coisa do tipo, nós sentimos, fazemos caretas e nos amarguramos e ao mesmo tempo sentimos raiva por Iñárritu conseguir transmitir essa sensação, que muito se deve aos seus inúmeros e longos planos sequências junto de closes sempre no rosto de DiCaprio, transformando o longa basicamente em uma sensação pessoal que Glass está compartilhando com você, junto de muitos momentos metafóricos e de reflexão, tornando o longa mais repleto de informação, não sendo apenas visual, mas sim algo que nos faça refletir e pensar.

E já que o filme é todo construído sobre seus personagens, é importante falar do muito possível Oscar de Leonardo DiCaprio. Sendo bem sincero, nunca achei que o momento de DiCaprio levar o Oscar havia chegado, tendo sido indicado 4 vezes, nas quais perdeu de forma justa. Mas o momento chegou. Leonardo DiCaprio está impecável em O Regresso! O filme, como já dito, é todo focado em seu personagem e utiliza muito o close, quadros fechados no rosto dele, e isso só nos mostra que chegou o momento, pois sua interpretação é colossal, assim como Tom Hardy que se for indicado também como coadjuvante, não será um engano.

E algo que também é um imenso chamariz para o filme, e que levará mais uma indicação, é a fotografia linda, magnífica e brilhante. A fotografia utiliza três cores em todo o filme, basicamente. Cinza, azul e vermelho com derivados. E a forma como é utilizada é brilhante, sendo cinza em momentos de violência, azul na solidão de Glass e vermelho em cenas que trazem um ar mais tranquilo, em que o personagem está mais, ou tende a ficar, em maior paz.

E por fim a trilha sonora colossal, com toques pesados e brutos, principalmente em momentos de ação e violência, e que traz uma mescla de música orquestral com algo que se assemelha à música indígena.

O Regresso é mais uma obra-prima na carreira de Iñárritu. Trazendo um elenco com poucos atores, mas o qual tem todos de forma espetacular, este pode ser o momento de DiCaprio, e quem sabe, ao menos como diretor, de Iñárritu. Mas levem em consideração tudo que foi dito sobre o filme, pois ele não é leve, mas sim um peso cruel e sanguinário. O Regresso tem a marca de Iñárritu. O Regresso dói.

Nota do Autor: 10
Nota do público:(107 votos) 8.1
Dê a sua nota:

Saindo do Cinema

196287.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx

198631.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx

200662.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx

447026.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx

462808.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx

Trailer:

Arthur Lopes
Canal pessoal - Marmota Frita Fanático por cinema e video games em geral desde sempre, estuda administração mas seu verdadeiro amor permanece no mundo da sétima arte. Ama qualquer gênero cinematográfico, indo de romance até terror mas com preferência no drama, o que fez com que Batman - O Cavaleiro das Trevas se tornasse o seu filme favorito, consagrando Nolan como o mesmo. Mas também admira outros mestre do cinema como Eastwood e Tarantino. Escreve nas horas vagas e está adaptando um conto no intuito de transforma-lo em um roteiro para longa-metragem.

Arthur Lopes publicou 253 posts. Veja outros.

Publicidade

  • Adriel H. Silva

    O filme me passou a impressão de ter sido feito com a exclusiva intenção de expor as habilidades teatrais do Leonardo DiCaprio. Apesar de nitidademente o papel o qual ele interpreta exija realmente muita experiência e uma qualidade profissional muito grande, o enredo do filme no geral deixou a desejar, ao assistir o trailer já se sabe basicamente o que acontecerá no decorrer do filme inteiro. O roteiro ficou de lado e deram foco somente no personagem central. Os personagens não cativam, exceto é claro o próprio protagonista. A história é bem fraca, e os cenários monótonos(Qualidade de definição de imagem não equivale a um cenário excepcional). Esse ano muito dificilmente o Leonardo conseguirá ganhar o Oscar. O Michael Fassbender que interpretou Steve Jobs no filme que estreará em janeiro é um candidato mais forte ao meu ver, pois conta com o auxilio de um bom enredo e roteiro para acompanhar sua boa performance no papel, e isso contribui muito.

    • Arthur Lopes

      acabei de ver Steve Jobs e garanto que O Regresso é um filme bem melhor, e DiCaprio numa atuação melhor. Fassbender tá excelente, mas ele ainda tem tempo pra ganhar um Oscar. não vai ser agora

    • bolapucc

      ainda mais q o Steve Jobs flopou feio lá fora (e os caras levam isso em conta). Mas o maior sinal de que esse ano o Di Caprio leva é que tem ganhado todos os prêmios, em especial o do Sindicato de Atores. Como são praticamente as mesmas pessoas que votam no Oscar, é muito difícil que ele não vença esse ano

  • Pingback: FILMES E GAMES - E tudo sobre a cultura POP | Oscar 2016: Confira a Lista de Indicados!()

  • Pingback: FILMES E GAMES - E tudo sobre a cultura POP | O Regresso (The Revenant, 2015) - Saindo do Cinema #109()

  • Pingback: Dica de filme indicado ao Oscar 2016: O Regresso! - Alessandra Faria Estilo e Maquiagem()

  • Mário Oliveira

    Di Caprio conseguiu ser coadjuvante num papel principal …incrível !! Nota : 2.8 !