Vingadores: Era de Ultron (Avengers: Age of Ultron) – Crítica

Sabe quando você sai do cinema sorrindo igual ao uma criança? É simplesmente impossível você não sair da sessão de Vingadores: Era de Ultron com um sorriso desses, sendo fã ou não das HQ’s. Fechando com chave de ouro a fase 2 do Universo Cinematográfico da Marvel (MCU), uma pergunta pode ficar no ar: Conseguiu ser melhor que o primeiro? Ah, conseguiu sim!

528824

Existem muitos pontos que fizeram a experiência do filme ser tão incrível. Uma delas, com certeza foi o modo como o longa todo foi apresentado, desde a sua cena inicial que, se você se arrepiou com a cena do team-up no finalzinho de Vingadores, vai vibrar ainda mais. O andamento do roteiro e a fotografia do filme trazem a sensação de que estamos lendo uma HQ, graças ao visual mais vibrante que é marca dos filmes do estúdio. Mesmo com essa diferença fundamental no visual da sua concorrente de duas letras, o filme conseguiu ser mais profundo e denso que os anteriores, aprofundando não só a ameaça de Ultron, como seus personagens e seus relacionamentos.

216295

A cena mais “quadrinhos” até o momento

Uma das minhas maiores dúvidas sobre o filme era como seria possível mostrar tantos personagens ao mesmo tempo em tela, sem que o filme ficasse confuso ou arrastado, e nisso a Marvel tem meus aplausos. Todos os personagens são bem apresentados no filme e cada um tem sua função fundamental no decorrer da história, um destaque aos personagens da Viúva-Negra e principalmente do Gavião Arqueiro, que tiveram um aprofundamento gigante na sequência.

185505

Também tivemos a inclusão de novos heróis e vilões no filme, Wanda e Pietro Maximoff, ou Feiticeira-Escarlate e Mercúrio para os íntimos, foram muito bem apresentados, e tiveram seus poderes muito bem mostrados, principalmente a velocidade de Pietro, vista de uma forma diferente da que vimos em Dias de um Futuro Esquecido, mas igualmente incrível visualmente.

054890

A velocidade de Pietro é muito mais visual no filme

Agora o que todos queremos ver no filme é a grande ameaça: Ultron. O Robô psicopata teve sua origem mudada no filme para manter a lógica, nas HQ’s ele foi criado por Hank Pym (O primeiro Homem-Formiga que será interpretado por Michael Douglas), já no MCU ele é uma criação de Tony Stark. O Ultron do filme tem toda a essência do que já conhecemos: o seu senso deturpado de paz mundial, o ódio pelos vingadores e principalmente sobre o seu “pai”. Também é apresentado nele uma personalidade bem peculiar, que contrasta bem com seus objetivos.

526288

Era de Ultron é um presente aos fãs da Marvel, as cenas que todos esperávamos ver, como a luta entre o Hulk e a Hulkbuster é ainda mais incrível do que parecia nos trailers mas não é a única, o filme vem recheado de cenas que com certeza, vão tirar suspiros dos expectadores e lágrimas dos fanboys e fangirls. Sobre a preparação para os próximos filmes do MCU, a Marvel dá grandes vislumbres do que está por vir, principalmente para a sua Guerra Infinita.

340639

Hulk vs. Hulkbuster, a pancadaria mais esperada do ano!

Depois de tantas palavras, eu ainda não consegui encontrar um motivo bom o suficiente para tirar pontos do filme que fez com que 2 horas e 40 minutos passassem voando e me fizesse sair da sessão já planejando a próxima. Um filme feito para os fãs dos Heróis mais Poderosos da Terra e recheado de referências aos fãs de longa data da editora, Vingadores: Era de Ultron é um filme para ficar na memória.

Nota do Autor: 10
Nota do público:(102 votos) 8.3
Dê a sua nota:

Vídeo análise completa

Trailer:


Imagens:

039541 155274      487069 319056      426579 492538      060392 059298      061486 490350

Guilherme Vitoriano
Devorador de Livros e Quadrinhos, domador de jogos.e Nerd assumido. Apreciador de uma boa música e apaixonado por suas meninas.

Guilherme Vitoriano publicou 239 posts. Veja outros.

Publicidade