O Cão de Caça e Outras Histórias [Otaku Way]

Em meados de 2013, conheci o autor que me apresentou um universo rico e assustador. Ao me perder nas páginas dos contos de H.P. Lovecraft, conheci os limites da sanidade humana em meio ao mais completo horror. O autor logo se tornou um dos meus favoritos e comecei a garimpar qualquer tipo de conteúdo relacionado a ele. Foi então que no final de 2015, a editora JBC lançou um mangá que adapta três dos contos de Lovecraft, misturando assim duas de minhas maiores paixões.

12115478_1169016803127762_6267800204220184873_n-630x933-630x933

O Cão de Caça e Outras Histórias de Gou Tanabe é a singela homenagem do mangaká ao autor americano de horror. No volume único do mangá, ele adapta além de O Cão de Caça (ou O Sabujo, como conheci o conto), que dá nome a edição, os contos O Templo e A Cidade sem Nome.

Os contos selecionados por Tanabe para esse edição datam todos da década de 1920, isso fica claro durante a leitura dos contos originais, que trazem uma narrativa mais detalhista e um texto arcaico, o que pode espantar alguns leitores. Mas a adaptação e m mangá das obras tem um ritmo excelente, visto que o mangaká abusa das ilustrações para transpor o clima claustrofóbico e assustador dos escritos de Lovecraft.

Durante a leitura dos três contos dessa edição, pude sentir novamente toda a genialidade que o autor tinha quando criou a sua mitologia de horror cósmico, que conhecemos hoje como mitos de Cthulhu. Darei destaque aos contos que não dão nome a edição: tanto em O Templo como em A Cidade sem Nome, as ilustrações primorosas de Tanabe ajudam a imersão na história, já que ambas tem ambientações que necessitam de um belo visual e que foram magnificamente detalhadas nos quadros, cada afresco de uma parede e cada coluna de um templo é ricamente desenhada. Assim como as emoções dos personagens, que demonstram sua convicção, frustração e insanidade nas páginas do mangá.

P_20160306_145355

Página dupla de “A Cidade Sem Nome”

Ainda falando da parte visual da edição, o mangaká até consegue brincar com pequenas referências ligadas ao autor. Durante o conto O Cão de Caça, vemos mais de uma vez o temível Necronomicon, que no mangá é uma representação perfeita do livro como é mostrado na trilogia de filmes de Sam Raimi, The Evil Dead. Outra referência, intencional ou não por parte da autor e que foi mantida pela editora nacional é o contraste do preto e branco com o amarelo na capa, uma referência ao famigerado livro de Robert Chambers, o Rei de Amarelo, outra obra que aborda o horror cósmico.

P_20160306_145337

Necronomicon Ex Mortis

A edição nacional do mangá também teve um tratamento mais que especial pela JBC. Lançado com uma capa fosca e com orelhas, que contém a sinopse dos contos e uma pequena biografia do autor americano, a edição é lançada com páginas em papel offset e tem uma ótima tradução, que mantem a escrita que Lovecraft usava em seus contos.

O Cão de Caça e Outras Histórias é uma ótima porta de entrada para aqueles que querem conhecer o autor que inspirou inúmeros escritores como Alan Moore e Stephen King, mas também é uma ótima pedida para os que já conhecem os trabalhos de Lovecraft e querem mais conteúdo do autor.

Nota do Autor: 10
Nota do público:(1 voto) 9
Dê a sua nota:

Guilherme Vitoriano
Devorador de Livros e Quadrinhos, domador de jogos.e Nerd assumido. Apreciador de uma boa música e apaixonado por suas meninas.

Guilherme Vitoriano publicou 237 posts. Veja outros.

Publicidade