Star Wars – Darth Plagueis [Resenha]

O universo de Star Wars é recheado de personagens profundos e fascinantes, mas durante os sete filmes da franquia, sentimos que vários personagens ainda tem uma camada de mistério envolvendo seus passados, suas verdadeiras intenções. Em Darth Plagueis conhecemos Hego Damask, lorde sith e mestre de Darth Sidious, que se tornaria o Imperador Palpatine.

darth-plagueis

O livro, dividido em três partes, narra a vida de Hego Damask, ou Darth Plagueis, da sua ascensão até a sua queda. Como ele dedicou a sua vida ao “Grande Plano” e ao estudo dos midi-chlorians para entender mais profundamente o uso da força e a sua busca pela imortalidade. Também apresenta o passado de Palpatine, aprendiz de Plagueis, que viria a se tornar o sith mais poderoso da galáxia.

Confesso que estava bem curioso com a obra, não por apresentar um personagem brevemente citado em A vingança dos Sith, mas por poder conhecer mais profundamente a escalada ao poder de Palpatine. O futuro imperador é apresentado desde garoto, e como a influência de Plagueis transformou-o, usando sua ambição e desejo por poder político, como alavanca para os seus planos. Já Hego Damask é apresentado como uma forma ameaçadora e poderosa, não só nos meios da força, mas em influencia política também.

 

Mas agora, vamos falar sobre midi-chlorians. Eles são disparado uma das coisas que os fãs (eu incluso) mais torceram o nariz, pois era um conceito que “destruía” o próprio conceito da força. Em Darth Plagueis, James Luceno apresenta uma abordagem fascinante para o conceito, se aprofundando na ciência por trás dessas células, mas ainda tratando a força como uma energia ampla e universal, não limitando-a com as “contagens de midi-chlorians”.

James Luceno é muito habilidoso para contar histórias, o livro mantêm um ritmo constante na sua narrativa, e por mais que foque muito na parte dos jogos políticos do senado galático, ele compensa com sequencias de ação dinâmicas e personagens fascinantes. Infelizmente, o livro acaba de uma forma que pode deixar a desejar, no quesito de quebrar o clima, mas o final existe para combinar com o que foi apresentado pelo próprio George Lucas para o personagem.

O livro se inicia décadas antes de A Ameaça Fantasma e se encerra alcançando os eventos do filme. O conhecimento de Luceno acerca do universo de Star Wars é invejável, durante o livro ele faz inúmeras ligações não só com os prequels, mas como à outros livros e quadrinhos, um prato cheio para os fãs.

Darth Plagueis é de longe um dos melhores livros de Star Wars já lançados até o momento, apresentando novos personagens fascinantes enquanto apresenta a construção daquele que seria a maior ameaça da história da galáxia.

Guilherme Vitoriano
Devorador de Livros e Quadrinhos, domador de jogos.e Nerd assumido. Apreciador de uma boa música e apaixonado por suas meninas.

Guilherme Vitoriano publicou 238 posts. Veja outros.

Publicidade