Warcraft – Por Trás do Portal Negro [Resenha]

Em um mar de adaptações medíocres de games, Warcraft acabou sendo uma feliz surpresa, com uma apresentação satisfatória dos principais eventos do primeiro jogo da franquia, o filme acabou agradando os fãs mais fervorosos da franquia. E eu, sendo um deles, estava ansioso para mergulhar ainda mais fundo no filme, por isso fiquei animado quando coloquei minhas mãos em Por Trás do Portal Negro, o guia oficial do filme.

O livro lançado pela Pixel Media, apresenta os bastidores do filme baseado no jogo da Blizzard em uma edição de capa-dura recheada de belíssimas ilustrações e fotos da produção, mas o grande destaque do livro é a forma que essas informações são divididas. O livro segue o formato “vira-vira”, e foca cada um dos seus “lados” em uma das duas facções do filme: A Horda e a Aliança.

mockup_warcraft1-copy

No lado da Horda, o livro explica o difícil e revolucionário de captura de movimentos usada para dar vida aos poderosos Orcs. Tratando de todo o processo para a criação deles, desde a escolha e postura dos atores, até as diversas etapas de modelagem em CG.

mockup_warcraft2-copy

Já a parte reservada a Aliança, não apresenta os personagens da facção, como também conta sobre o desafio que foi trazer o mundo de Azeroth à vida. O foco nessa sessão do livro é apresentar todas as grandes localidades que foram mostradas no filme, como a cidade-fortaleza de Altaforja, Ventobravo e a cidade flutuante de Dalaran (Essa que particularmente me arrancou suspiros no cinema). Temos também uma pequena sessão reservada à trilha-sonora do filme, composta por Ramin Djawadi, conhecido principalmente pelo seu trabalho em Game of Thrones, Homem de Ferro e Pacific Rim.

Já ambas as partes do livro apresentam detalhadamente os personagens, com entrevista dos seus respectivos atores e mostram em detalhes as vestimentas e armas vistas no filme. Recheado de dezenas de ilustrações conceituais maravilhosas, o livro é um presente para qualquer fã da franquia, que pode ver o carinho que a produção teve com o universo de Warcraft.

Warcraft – Por trás do portal Negro é uma ótima forma de mergulhar ainda mais fundo em uma adaptações de games mais esperada dos últimos anos, repleta de belíssimas ilustrações e informações preciosas sobre o filme.

Agradeço a Pixel Media pela edição que usamos na Resenha.

Guilherme Vitoriano
Devorador de Livros e Quadrinhos, domador de jogos.e Nerd assumido. Apreciador de uma boa música e apaixonado por suas meninas.

Guilherme Vitoriano publicou 239 posts. Veja outros.

Publicidade