Guardiões da Galáxia Vol. 2 (Guardians of The Galaxy Vol. 2) – Crítica

Mas que delícia de filme!!!

268212.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxx

Agora já consolidados como os Guardiões da Galáxia, após uma negociação que não dá certo, o grupo foge e acaba por cair em um planeta chamado Ego. Lá, eles se deparam com Ego (Kurt Russell, Os 8 Odiados), o pai de Peter Quill (Cris Pratt, Passageiros). Ego diz que Peter é muito mais poderoso do que imagina, sendo assim começa a treiná-lo e aos poucos revelar suas reais motivações.

A Marvel não para com os filmes.

Todos os anos temos vários filmes com o selo Marvel, todos que são grandes sucessos, mas que com o tempo somem da mente das pessoas por não serem nada além do que blockbusters esquecíveis. Mas é uma unanimidade que Guardiões da Galáxia é um filme que se mantém na mente de todos até hoje. Sendo único, diferente e excêntrico, Guardiões trouxe heróis nunca conhecidos e fez com que este fosse o melhor filme da Marvel, até então!

568665.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxx

Mas agora, esses heróis desconhecidos voltaram com Guardiões da Galáxia Vol. 2, o que só prova que quanto mais excentricidade e humor non-sense, melhor é o resultado.

Assim como todos os filmes da Marvel, Guardiões 2 tem uma história simples, objetiva e sempre bem contada. O roteiro é bem escrito e em nenhum momento temos dúvidas do que está acontecendo, por mais que o grupo se divida e o filme tenha de ficar transitando entre uma parte e outra com a maior naturalidade. Mas o que brilhou em seu antecessor e agora em Guardiões 2 é justamente a quantidade de coisas diferentes que eles conseguem fazer com o filme.

Doutor Estranho foi legal, mas era um filme com muito mais potencial e foi completamente desperdiçado. Guardiões 2 não. Aqui nós temos uma overdose de possibilidade e que não são gastas por James Gunn, além de ser um filme que se preocupa em ser bom por si só, e não fica querendo dar milhares de pontas soltas para futuros filmes. É um filme fechado, que quer apenas estar conectado com seu primeiro, e nada mais.

Além do mais temos inúmeras cenas de ação, todas incríveis e com tremendo destaque logo para a primeira que é feita em um plano sequência deslumbrante, e justamente aquilo que brilha em Guardiões que é o seu humor desbocado e original. James Gunn tem uma mente muito fértil e as piadas que conseguem criar, assim como soluções para grandes conflitos, é único e provavelmente você não irá ver nada igual em um filme de herói!

566946.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxx

O filme apenas peca um pouco em ritmo quando chega no seu miolo. A trama fica mais lenta, cansativa e com muitas explicações para um filme como Guardiões 2.

Mas o elenco, como no primeiro, é fenomenal e não tem um ator fora do tom. Cris Pratt retorna como Peter Quill, Zoe Saldana como Gamora, Dave Bautista como Drax, Bradley Cooper na dublagem de Rocket e Vin Diesel na de Baby Groot. O interessante aqui é que não temos que ver apresentações de personagens, então a naturalidade é muito maior e o filme flui muito mais que o primeiro por causa disso. Ainda temos a presença de Karen Gillan como Nebulosa, Pom Klementieff como Mantis, Michael Rooker como Yondu, Kurt Russel como Ego e a mini participação de Sylvester Stallone como Stakar.

A fotografia é lindíssima, sendo muito colorida e viva. Os cenários são excelentes e as cenas que são criadas são deslumbrantes. E por fim a trilha sonora, um dos pontos que mais amamos em Guardiões da Galáxia, e que retorna fortemente em Guardiões 2, sendo muito boa, mas com músicas que não tem o mesmo charme das do primeiro filme, por melhor que sejam.

564133.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxx

Guardiões da Galáxia Vol. 2 é um filme pipocão e não quer ser mais do que isso. É divertido, com cenas de ação e aventura, uma trama envolvente e comédia exalando. Guardiões 2 faz aquilo que a Marvel nunca faz: ser original. E ao ser original de forma tão grande, eles conseguem pegar as poucas coisas que não funcionaram em seu primeiro filme, e melhorar elas. E sendo assim, eles fazem o melhor filme da Marvel até hoje!

Nota do Autor: 9.5
Nota do público:(7 votos) 7.4
Dê a sua nota:

Arthur Lopes
Canal pessoal - Marmota Frita Fanático por cinema e video games em geral desde sempre, estuda administração mas seu verdadeiro amor permanece no mundo da sétima arte. Ama qualquer gênero cinematográfico, indo de romance até terror mas com preferência no drama, o que fez com que Batman - O Cavaleiro das Trevas se tornasse o seu filme favorito, consagrando Nolan como o mesmo. Mas também admira outros mestre do cinema como Eastwood e Tarantino. Escreve nas horas vagas e está adaptando um conto no intuito de transforma-lo em um roteiro para longa-metragem.

Arthur Lopes publicou 261 posts. Veja outros.

Publicidade