Tutorial e Análise completa (review)- Saiba TUDO sobre o Novo Mega Drive (TecToy)

O Natal chegou mais cedo para alguns!!

Mesmo após muitas incertezas, eu fui um dos malucos apaixonados e comprei o Novo Mega Drive da Tectoy no dia que foi  anunciado a pre venda.

Participei do Evento de 30 anos da Sega, e lá me deram a informação que o console chegaria mais cedo.

E não é que chegou mesmo!!!

 

Agora que tal uma analise (review) menos apaixonada e mais séria do console? Afinal, muitos querem saber se vale a pena o investimento.

Analise (review):

Após, jogar bastante o novo Mega Drive da Tectoy eu consegui identificar alguns pequenos detalhes: O meu Everdrive MD não funciona nele, apenas o Everdrive original da Krikzz parece funcionar normalmente, algumas fitas piratas não funcionam, outras sim.

Outras fitas que mencionaram não funcionar, acabou funcionando, como a Truxton (fita japonesa)

O adaptador de Master System também não funciona e ele não roda os jogos de Master por cartão SD, afinal no antigo console existia um processador do Master System integrado nele, no Novo não tem.

O console em sí é muito bonito, o acabamento fosco ficou excelente, o led é bem mais forte que o original, e isso é bacana, a fonte interna tambem é um outro ponto positivo.

O Joystick, apesar de ser bem mais leve, também foi uma excelente surpresa agradavel, respostas rápidas, direcionale botões excelente, nada mesmo a reclamar na parte técnica, ao contrario do preço do mesmo que pulou de R$59 para R$99 me desestimulando de comprar o segundo controle, pelo menos nesse primeiro momento.

Em relação aos jogos, os gráficos estão praticamente idênticos, a velocidade dos jogos também, isso porque já consegui comparar alguns games lado a lado (novo e velho Mega Drive). Por falar em velocidade, o que me surpreendeu foi a velocidade do carregamento dos jogos no SD, ele lê muito mais rápido do que o Mega antigo lê os Roms em Everdrive.

Já o som (trilha sonora dos games)… ai não tem como não reclamar, em alguns jogos a diferença é pouca, mas em outros é bem gritante. Foi uma pena mesmo que não conseguirem chegar ao o que era o antigo console, Streets of Rage e Jewel Master  (perceba diferença no video abaixo) foi um deles, dá pra notar logo na abertura de ambos os games e em algumas fases, não que tenha ficado horrível, mas ficou diferente, e diferente não é ruim. Parece que aquelas notas mais “finas” de algumas musicas o Novo Mega não consegue alcançar, deixando a mesma ou mais “metalizada” ou diferente mesmo.

Vale a pena comprar o Novo Mega Drive?

A pergunta que todos fazem, a minha resposta é simples:

Sim, eu comprei e valeu a pena.

Agora te coloco a minha situação:

Meu Mega Drive 2 (japones) já estava com vários problemas então a minha decisão se baseou em 2 fatores:

1- Comprar um Mega Drive usado no Mercado Livre (pagando algo em torno de R$250,00) e correr o risco de ele está funcionando ou não por alguns meses.

2- Comprar um Mega Drive novo (e parcelado) e ter uma garantia de 3 meses e depois ter toda uma segurança de uma assistência técnica autorizada por mais um bom tempo.

Optei pela opção 2, até porque já comprei muito controle “excelente” no ML que ao receber e testar não era tão excelente como eles anunciavam, então tenho um certo trauma com produtos com mais de 20 anos de vida, por esse motivo eu comprei o Novo Mega Drive, mesmo com o “problema do som” em “alguns games”, e afirmo que é possível se divertir muito nesse novo console que já tem a incrível vantagem de poder colocar vários jogos nele (ele é “quase” um Everdrive). Lembrando que não é possível salvar o jogo pra voltar a jogar depois e ele também não tem o Game Genie nele, essas duas opções tem no Everdrive.

O Novo Mega Drive é um emulador?

Não, ele não é um emulador, ele conta com um circuito integrado com componentes similares ao original, ou seja, ele usa o hardware para ler os jogos nos cartuchos (os software). Tanto que ele não é um emulador que o hardware do Novo Mega Drive não consegue ler alguns titulos da última safra que saiu com novas tecnologias inclusas nos cartuchos (Virtual Racing ou Pier Solar por exemplo).

Minha nota final para esse Novo Mega Drive é 8. Os 2 pontos faltantes são exatamente por causa do som, e por não ser compatível com todos os periféricos antigos (Sega CD, 32X,etc).

Mas comparando com os últimos Mega Drives lançados pela Tectoy (aqueles que vinham jogos na memoria mas sem entrada de cartucho) esse é o melhor console que eles lançaram, obviamente não comparado com os primeiros, que tinham entrada de cartuchos.

 

Streets of Rage e Jewel Master rodando no Novo Mega Drive (em ambos a abertura já dá pra notar a diferença)


 

Como colocar jogos no novo Mega Drive?

Também ensinamos nesse vídeo como colocar jogos no novo Mega Drive

 

Quais são os 22 jogos na memória do Novo Mega Drive?

Calma, aqui mostramos um pouco de todos os 22 jogos que vieram incluídos na memoria.

Quanto custa e onde comprar o Novo Mega Drive?

Você é dono do seu dinheiro, então pode comprar um Mega Drive antigo no Mercado Livre por volta de uns R$250,00,  ou um xing ling que emula jogos e tem saida HDMI nos sites internacionais, ou o Novo Mega Drive no site Oficial da Tectoy está custando R$449 (eles parcelam em 10 vezes).

A escolha SEMPRE será sua, o importante é você não deixar de jogar.

Boas jogatinas pra você.

 

Leandro Vallina
Formado em Comunicação Social. Tem como prioridade na vida cuidar da filha, jogar videogame, alimentar e passear com os cachorros, alimentar e passear com a esposa e jogar mais um pouco de videogame.

Leandro Vallina publicou 1142 posts. Veja outros.

Publicidade

  • MARCIUS VINICIUS

    Excelente review. Mas vai da paixão (e do bolso) de cada um. Como não sou um apaixonado pela Sega, me contento com um bom emulador.

  • FernandoGoias81 .

    hehe… surpreso ao ver que o Leandro não encomendou seu Mega personalizado!

  • danielgfm

    Senhor Vallina, tu estas querendo me provocar? Então tome aí um pequeno textão.

    “Outras fitas que mencionaram não funcionar, acabou funcionando, como a Truxton (fita japonesa)”

    No caso o problema não é a fita não funcionar e sim o jogo em si estar dentro dos parametros adequados. O Truxton nacional parece não rodar por conta de problemas elétricos. E em outro caso a própria ROM do Truxton causa pane no console e/ou, fica em loop infinito na abertura do mesmo.

    “O adaptador de Master System também não funciona e ele não roda os jogos de Master por cartão SD, afinal no antigo console existia um processador do Master System integrado nele, no Novo não tem.”

    No novo não tem porque o Z80 é simulado, imitado, isto é, emulado. O Master System só funciona nos consoles antigos quando, fisicamente, o adaptador faz com que o MC68000 fica em modo idle, coisa que não acontece no atual SoC. Sem contar que o VDP precisa ter o mode 4, onde, provavelmente, este não tem.

    “O console em sí é muito bonito, o acabamento fosco ficou excelente, o led é bem mais forte que o original, e isso é bacana, a fonte interna tambem é um outro ponto positivo.”

    O acabamento fosco não tira o brilho realmente do Mega Drive, mas eu prefiro ele se fosse tal qual o original. Agora o LED mais forte que o original é porque o console é novo, com o tempo o mesmo vai enfraquecer também.

    “O Joystick, apesar de ser bem mais leve, também foi uma excelente surpresa agradavel, respostas rápidas, direcionale botões excelente, nada mesmo a reclamar na parte técnica, ao contrario do preço do mesmo que pulou de R$59 para R$99 me desestimulando de comprar o segundo controle, pelo menos nesse primeiro momento.”

    O aumento do preço do controle é puro olho gordo. Viu que tava vendendo muito, aumentou o preço, e isto vai ser o calcanhar de aquiles da empresa.

    “Em relação aos jogos, os gráficos estão praticamente idênticos, a velocidade dos jogos também, isso porque já consegui comparar alguns games lado a lado (novo e velho Mega Drive). Por falar em velocidade, o que me surpreendeu foi a velocidade do carregamento dos jogos no SD, ele lê muito mais rápido do que o Mega antigo lê os Roms em Everdrive.”

    A velocidade em alguns jogos não está igual, um grande exemplo disso é o jogo Out of This World que está muito veloz se comparado com o original e alguns outros jogos estão um pouco mais rápidos, tirando o slowdown existente no console original, dando a entender que o MC68000 simulado está com um clock mais alto que o normal – pelos testes que eu fiz, entre 9 a 12 mhz.

    “Já o som (trilha sonora dos games)… ai não tem como não reclamar, em alguns jogos a diferença é pouca, mas em outros é bem gritante. Foi uma pena mesmo que não conseguirem chegar ao o que era o antigo console, Streets of Rage e Jewel Master (perceba diferença no video abaixo) foi um deles, dá pra notar logo na abertura de ambos os games e em algumas fases, não que tenha ficado horrível, mas ficou diferente, e diferente não é ruim. Parece que aquelas notas mais “finas” de algumas musicas o Novo Mega não consegue alcançar, deixando a mesma ou mais “metalizada” ou diferente mesmo.”

    Streets of Rage, onde o melhor do jogo é a sua trilha sonora, foi estragado pelo Yamaha 2612 simulado.

    “O Novo Mega Drive é um emulador?
    Não, ele não é um emulador, ele conta com um circuito integrado com componentes similares ao original, ou seja, ele usa o hardware para ler os jogos nos cartuchos (os software). Tanto que ele não é um emulador que o hardware do Novo Mega Drive não consegue ler alguns titulos da última safra que saiu com novas tecnologias inclusas nos cartuchos (Virtual Racing ou Pier Solar por exemplo).”

    O Mega Drive é um emulador em formato de hardware, pois se você não tiver em seu equipamento as peças originais e o SoC e/ou FPGA imita o original, isto é considerado emulação e esta não se limita apenas a um programa imitando um hardware, um processador também pode imitar um hardware, como acontece com o Retron 3, que, se eu não me engano, usa um FPGA.

    Ademais, este console por si só não é para aqueles que gostam de ter a originalidade nos primeiros consoles, mas, sim, para aqueles que nunca compraram na época ou gostam de acumular consoles em casa.

    Para jogar os títulos é muito melhor investir num console usado (que se durou 20 anos, vai durar mais uns 10 no mínimo) e um Everdrive do Krikzz, que vai possibilitar rodar, além dos jogos do Mega Drive, do Master System também.

    Se eu fosse dar uma nota, pelo esforço da Tectoy, seria um 5. Pelo esforço mesmo.

  • Poxa, uma coisa que eu tava esperançoso e esqueci de checar (e vc comentou no seu texto) foi quanto aos jogos de Master… eu tava crente que o Mega novo saberia interpretar as instruções dele, pq anunciaram que o processador que colocaram nele seria capaz disso. Quem sabe em um update mais pra frente? Isso e o som (além do preço) são fatores que me desmotivam.
    Mas eu não comprei e não vou comprar pq já tenho dois Megas em casa aqui, mais um e minha mulher me bota pra fora. Essa caixa é tão bonita!!!! hahahaha
    Belo texto, Leandro!