Yakuba [Leitor Nerd]

yakuba

É impressionante como a simplicidade pode ser encantadora em todos os aspectos. Mesmo no peso da pintura de carvão e na intensidade de cada momento dramático, a história pode ser suave e o herói pode ser generoso e benevolente.

Yakuba é esse tipo de narrativa. Diferente de todas as expectativas que o leitor pode ter, o jovem Yakuba passa por uma jornada decisiva em sua vida: a missão ritualística que determinará sua maturidade. Carregando a cobrança e o desafio ainda mais pesados do que qualquer arma ou escudo, o jovem passa por algo muito mais penoso do que um combate físico ou uma escolha tática: ele se depara com um dilema moral. Uma escolha que vai definir não só sua vida, mas seu caráter.

Incrivelmente afinada com todo o impacto desta história, a arte se mostra deslumbrante. A escolha monocromática, o esmero detalhista em cada página, o uso preciso de cada palavra, centenas de expressões e ideias pulsam em Yakuba. Em pouquíssimas páginas, esta HQ tem uma narrativa muito mais marcante do que a maioria das sagas intermináveis.

Impressionante é uma palavra rasa para descrever a sensação que Yakuba deixou em mim. Fiquei encantado. Eu simplesmente não tinha nenhuma expectativa quando abri a primeira página, apenas entrei no passeio casualmente. Quando terminei, minha mente estava numa mistura de borbulhando com serenidade. Depois que digeri o enredo e coloquei as ideias no lugar, não havia dúvidas: Yakuba é uma das HQs mais significativas da nossa geração.

Thierry Dedieu

Bernardo Stamato
Vencedor do Concurso Cultura "Eu, Criatura" da Devir Livraria, formado em Letras, professor de Game Design e 3D Fundamental na empresa Seven Game e escritor (http://entrevirtudesevicios.blogspot.com/). Quando dá tempo para respirar, lê e joga PS3 também.

Bernardo Stamato publicou 107 posts. Veja outros.

Publicidade