Keanu – Crítica

Keanu – Crítica

jul 6, 2016

Quem vê os posters da comédia Keanu (EUA, 2016), onde a cara do gatinho que dá nome ao filme é inserida no lugar dos rostos de personagens como o Neo de Matrix, da Imperatriz Furiosa de Mad Max: Estrada da Fúria e até do super-herói politicamente incorreto Deadpool, logo imagina tratar-se de uma daquelas comédias […]

Vikings – Crítica [Seriado]

Vikings – Crítica [Seriado]

jul 6, 2016

Vikings é uma série do canal History, que estreou sua primeira temporada em 3 de março de 2013. A primeira temporada conta como Ragnar Lothbrok (Travis Fimmel) começa sua jornada de ascensão ao poder, com a conquista do título de Earl (uma espécie de líder com título equivalente ao de um duque) e durante tal […]

A Lista Negra (The Blacklist) – Série [1ª temporada]

A Lista Negra (The Blacklist) – Série [1ª temporada]

jul 6, 2016

Primeiramente criada por Jon Bokenkamp (também criador do filme Chamada de Emergência – 2013), a primeira temporada foi ao ar nos EUA em 2013 e conta com 22 episódios. Atualmente, The Blacklist está na terceira temporada. Reymond Reddington, ou só Red, é um dos criminosos mais procurados pelo FBI e, com absoluta certeza, o mais refinado. […]

The Last Kingdom – Série [1ª temporada]

The Last Kingdom – Série [1ª temporada]

jul 6, 2016

The Last Kingdom é uma série de TV baseada no primeiro livro de As Crônicas Saxônicas, O Último Reino, de Bernard Cornwell. Ainda não tive a oportunidade de ler os livros, apesar de sempre ter tido a vontade. A primeira temporada conta com 8 episódios e a segunda temporada já foi confirmada. Essa primeira temporada mostra […]

Destino Especial (Midnight Special) – Crítica

Destino Especial (Midnight Special) – Crítica

jul 4, 2016

Intrigante e estranho! Alton (Jaeden Lieberher, Um Santo Vizinho) é um menino de oito anos que possui estranhos poderes sobrenaturais. Ele foi criado no Rancho, um local onde vivem religiosos extremistas, que acreditam que Alton é o salvador do mundo. Quando a data em que Alton salvaria o mundo se aproxima, seu pai, Roy (Michael Shannon, A […]

FGcast #97 – Por Uns Dólares a Mais (Per qualche dollaro in più, 1965)

FGcast #97 – Por Uns Dólares a Mais (Per qualche dollaro in più, 1965)

jul 3, 2016

Faaaaala galera! Neste FGCast Mau Franco, Leandro Vallina e Marcelo Paradella recebem Rodrigo Sanches do Bonus Stage para regressar ao velho Oeste e relembrar todos os detalhes do super clássico Por Uns Dólares a Mais (For a Few More Dollars ou ainda Per qualche dollaro in più), de 1965, de Sergio Leone, com Clint Eastwood. Continuando […]

Procurando Dory [Crítica]

Procurando Dory [Crítica]

jul 2, 2016

Quando eu soube que Procurando Dory estava em produção, uma pergunta me veio à cabeça imediatamente: “Precisava continuar Procurando Nemo?”. Sinceramente, não. Assista Procurando Nemo e você vai ver que uma sequência é completamente desnecessária. O filme é divertido, a animação é bem-feita, a história é completa e toda a produção envelheceu bem. E a […]

O Labirinto do Fauno (El Laberinto del Fauno/Pans Labyrinth) – Crítica [Sabe Aqueles Filmes…]

O Labirinto do Fauno (El Laberinto del Fauno/Pans Labyrinth) – Crítica [Sabe Aqueles Filmes…]

jun 25, 2016

Comecei a assistir O Labirinto do Fauno esperando ver mundos fantasiosos por toda a tela. Encontrei esses elementos, mas em pouca quantidade: o que acabei vendo foi um belo filme histórico, com elementos da fantasia inseridos, mas muito mais suspense e drama do que esperava. Nunca havia assistido nada de Guillermo del Toro, então essa […]

O Sono da Morte (Before I Wake) – Crítica

O Sono da Morte (Before I Wake) – Crítica

jun 20, 2016

Em 2013, um pequeno filme do gênero Horror chamou não só minha atenção, como também de boa parte da crítica, principalmente pela maneira madura com que tratava o sobrenatural. O filme era O Espelho (Oculus), dirigido pela então promessa Mike Flanagan. Flanagan voltou com força em 2016, emplacando não apenas um, mas dois bons exemplares […]

Body – Crítica

Body – Crítica

jun 18, 2016

Eu costumo reclamar de algumas produções por causa de suas durações exageradas. Filmes que se esticam 20, 30, 40 minutos mais do que deveriam e prejudicam o andamento da produção como um todo. No caso deste Body (EUA, 2015) em particular, acontece exatamente o contrário. O filme é tão bom, que seus parcos 74 minutos […]