Sobre o Filmes e Games

Origem:

Criado em Agosto de 2011, o site Filmes e Games é a realização de um sonho antigo dos amigos Leandro Vallina e Maurício Franco, que estavam cansados de encontrar na Net sempre as mesmas opiniões enlatadas sobre seus assuntos favoritos. Aqui você encontrará sempre dicas e opiniões das mais diversas, mas de uma forma diferente e descontraída.

Missão: Contribuir para uma internet mais inteligente e esclarecida, ajudando as pessoas a ter opinião própria e a saber argumentar sobre seus pontos de vista a respeito do mundo do entretenimento.

Visão: Se tornar referencia de opiniões sinceras, honestas e confiáveis a respeito de tudo sobre a cultura pop, sobretudo sobre Filmes e Games.

Valores:

Honestidade

Respeito

Profissionalismo

Bom humor

Responsabilidade

Linha Editorial:

Nossos textos, videocasts e podcasts tem como premissa passar uma opinião pessoal, refletindo a experiência do autor. A intenção sempre será levar o leitor a montar a sua própria opinião, que não necessariamente concordará com a nossa. Queremos que as pessoas reflitam sobre o assunto, e para isso criamos textos leves, que tratam o público de igual pra igual, sem usar palavras difíceis ou querer ser dono da razão, mas sim dialogar sobre o assunto.

Qualquer crítica ou sugestão, estamos à disposição para “ouvi-los” na nossa página de contato, na nossa fanpage ou no twitter @filmesegames.

Quem Somos:

Mau Franco – Editor Chefe

Criador do site Filmes e Games, é formado pela PUC-SP em ciências da computação, pós graduado em administração de negócios pela FGV e em gerenciamento de projetos pela FIA/USP, trabalha 12 horas por dia em sua empresa. Porém sua paixão sempre foram os filmes e os games.

Apaixonado desde menino pelo cinema de horror tem procurado, com sucesso, desenvolver sua apreciação pelos outros gêneros, para não ficar muito “bitolado”em sangue e víceras.

Assiste muitos filmes em casa, mas adora ir ao cinema onde a experiência é mais completa e pode se divertir com as pedras de gelo no mictório.

Fã do Santos e de Heavy Metal, considera que o Nirvana, apesar da boa música, prestou um desserviço ao mundo ao enterrar de vez o glam rock.

Atualmente dono de um PS3, tem muita experiência com todas as gerações de consoles. Já possuiu Atari, NES, Game Boy, Master System, Mega Drive, Super Nes, PSP, PS1 e PS2, também já investiu algumas centenas de horas em jogos de computador.

Tem os costumes desagradáveis de contar piadas bobas nos momentos mais inoportunos, de falar a verdade nas horas em que deveria ficar quieto e de falar sozinho no metrô enquanto escuta podcasts.
Sonha em ter mais tempo para a família, para os filmes e para os games, nesta ordem.

Twitter / PSN: mau_franco

 

Leandro Vallina – Editor Chefe

Criador do site Filmes e Games, é Formado em comunicação social, nascido no mesmo ano que foi lançado o Atari nos EUA. Hoje se considera um verdadeiro retrogamer, jogou muito Atari mas suas grandes paixões são o NES (8 bits) e o Mega Drive.

Repassa suas lembranças nas colunas NEStalgia e 16bits Fever. Se tivesse que escolher apenas 2 jogos para jogar pro resto da vida, com certeza seriam Ninja Gaiden I e Streets of Rage I.

Passou por todas as gerações do Playstation e hoje se considera um verdadeiro caçador de troféus no PS3.

Aprendeu a gostar de FPS jogando Bioshock e Borderlands, mas ainda adora um beat’en up e os famosos “esmaga botão” (hack´n slash).

Também é fanático por filmes de terror e nos anos 80 já gastou muito dinheiro com revistas de games e de filmes. Na parede do seu quarto haviam dezenas de posteres do Jason, Freddy e Pinhead.

Por tudo isso, infelizmente, não se considera um nerd, mas sim um cinéfilo e gamer.

Facebook / Twitter / PSN: leandrovallina

 

 

quem somos

Stefanny Oliveira – Editora

Formada em Letras Língua Portuguesa, faz Jornalismo e é viciada no Twitter.

Vive nos cinemas e adora dar uma de crítica profissional. Assiste mil séries ao mesmo tempo e sempre tem um comentário na ponta da língua para cada uma delas.

Nerd assumida e tudo por culpa do Tony Stark. Prefere HQ’s da Marvel e tem quase todos os filmes baseados nesses heróis em específico.

Ama música e sempre está com seus fones de ouvido pra onde quer que vá. Ouve principalmente Indie Rock e odeia quem comete o homicídio de seus ouvidos. Apaixonada eternamente por Florence Welch, com sua voz angelical ao falar e divina ao cantar; daí dá-se a entender que sua banda favorita é Florence And The Machine.

Tenta dar uma de cantora, comediante, dançarina, fotógrafa e milhões de outras coisas. Escreve textos sem contexto e posta em seu blog pessoal.

Blog Por Que Mentias? Twitter / Facebook / Filmow / Skoob

 

Renan Bolonha

Renan Bolonha foi sugado pelo desenvolvimento gráfico bem cedo. Aos 16 iniciou sua carreira profissional como web designer, em Ribeirão Preto. Anos depois decidiu respirar novos ares e caiu em Sorocaba, interior de São Paulo, onde deu uma guinada em sua vida profissional trabalhando com publicidade.

Como ficar parado não é característica desse ex-magrelo, resolveu trocar a vida publicitária pelo design.

Sua vida de nerd é pouco curiosa. Em 1994 conheceu Doom e Star Wars, seus primeiros jogos de PC. Após se se engajar em salvar o planeta com um de seus heróis favoritos, Duke Nukem, nunca mais parou de jogar.

Nintendista de coração, palmeirense, pai de 2 labradores, dono de casa. Ninguém sabe ao certo como ele faz para escrever, assistir fimes, séries ou mesmo como arranja tempo pra jogar.

Portfólio / Twitter / Facebook

Marcelo Paradella

Publicitário que vive no eixo Campinas – São Paulo, Marcelo também andou flertando com o cinema, tendo escrito e dirigido três curtas e um making of, além de ter exercido a função de editor e assistente de direção.

Já produziu e apresentou um programa de rádio sobre músicas de cinema, trabalhou como assistente de redação e possui quatro contos publicados no site MojoBooks.

É colaborador do Filmes & Games, sendo titular da coluna “Tem Que Ver Isso Aí!”, onde sugere dicas de filmes, e também é participante frequente do FGCast, especialmente quando o assunto é cinema (embora possa entrar no bate-papo se ele envolver jogos de Atari, Nes e PC “old school”). Aos 35 anos, além de atuar como freelancer, também está envolvido com projetos pessoais como blog, roteiros e livros.

Recentemente adquiriu um PS3 e está retornando à divertida, porém cara, vida de gamer.

Seu filme preferido é E.T. – O Extraterrestre e seu game favorito, embora se divirta como um louco jogando Rock Band, é Batman: Arkham Asylum.

.
.
.
foto-julio-2

Júlio Cesar Vinhal

Paulistano, casado e pai de um molecão, é administrador de empresa, curte heavy metal, sendo suas bandas favoritas Black Sabbath e Iron Maiden, mas também curte e muito, outra banda que não é metal, a Crash Test Dummies. Curte um bom vídeo game e jura de pé junto que um dia finalizará o Shadow of the Colossus.

Curte assuntos relacionados a Star Wars, Star Trek e principalmente assuntos relacionados ao universo Tolkien. Gosta muito de action figures e possue alguns exemplares, não muitos, relacionados aos filmes que curte, entre eles, A Hora do Pesadelo, Massacre da Serra Elétrica, Robocop, Psicose, ET entre outros.

Filme preferido? Entre tantos outros, Contatos Imediatos de Terceiro Grau e trilogia O Poderoso Chefão estão no top de sua lista. Série? Atualmente vem curtindo muito, junto com a esposa, o seriado Almost Human.

Assina no site duas colunas: Túnel do Tempo – que aborda filmes e séries mais antigas e a outra coluna – Fique Por Dentro – com matérias sobre eventos da cultura pop, nerd, geek, entre outros.

 

Guilherme Vitoriano

Nascido em uma cidade que pouca gente conhece do interior de São Paulo, descobriu cedo a leitura e os vídeo-games. Pretende trabalhar com essas duas paixões.

Apaixonado incondicionalmente pela cultura nipônica, se tornou um apreciador da animação e dos quadrinhos do país. De uns anos pra cá, acumulou uma bagagem de mais de 300 animes e mangás completos e continua a acompanhar vários. Tengen Toppa Gurren Lagann, Full Metal Alchemist: Brotherhood, Akira, Ghost in the Shell e Yotsubato são alguns dos seus favoritos.

Sente falta do seu SNES e das horas jogando Yoshi’s Island e Donkey Kong, mas foi na geração seguinte que descobriu suas verdadeiras paixões: RPG’s e Survivor Horrors, e ainda passa horas da sua vida jogando Resident Evil, Call of Cthulhu, Disgaea, Fallout, Elders Scrolls, Final Fantasy e Parasite Eve.

Leitor desde antes de saber falar direito, adora ler quase todos os estilos e autores, mas tem uma certa preferência por fantasia, horror e ficção científica. Grande fã dos livros de Douglas Adams, J.R.R Tolkien, Philip K. Dick, H.P. Lovecraft, Stephen King e Eduardo Spohr. Planeja escrever o seu livro o mais cedo possível.

Passa seus dias vendo filmes e séries que sempre teve vontade de ver e acha que as franquia como The Evil Dead, Star Wars e Indiana Jones são grandes obras-primas. Grande viciado em Doctor Who e Arquivo X, espera que essas séries continuem eternamente.

Twitter / Facebook / Steam

 

Bernardo Stamato

 

Estudante de Letras, já fez algumas poucas dezenas de cursos literários e estuda “Artes para Games”. Escreve contos de literatura fantástica em seu blog e tem um livro em andamento. Já trabalhou dando aulas particulares de português, inglês, geografia e história e já trabalhou como monitor de português no colégio onde estudou. Adora filmes de terror e suspense, como Terror em Silent Hill e Jogos Mortais, joga games de RPG e Terror, como Silent Hill, Fina Fantasy e Dragon Age, e, de vez em quando, assiste alguns seriados, como Game of Thrones e Supernatural. Sua verdadeira paixão é a literatura e a escrita, seus autores favoritos são Leonel Caldela (Trilogia Tormenta e Caçador de Apóstolos), George R. R. Martin (Crônicas de Gelo e Fogo) e Bernard Cornwell (As Crônicas de Artur, A Busca do Graal, As Crônicas Saxônicas etc). Sua segunda paixão é o RPG (de mesa), seus sistemas favoritos são o D&D 3.5, Pathfinder, A Song of Ice and Fire Roleplaying e Dragon Age RPG e seus cenários favoritos são Tormenta, Ravenloft e Eberron. PS: Não, ele não tem vergonha de ser um nerd assumido.

 Blog / Twitter / Facebook

Letícia Magalhães

 

Nascida em Poços de Caldas em 1993, é estudante universitária e tem dois livros publicados. Desde cedo mostrou aptidão para a literatura e participou de vários concursos. Como atividade paralela, mantém o blog Crítica Retrô, sobre cinema clássico, e colabora em outros cinco sites.

A maior paixão é o cinema clássico e os melhores momentos quando percebe que filmes e astros do passado ainda têm influência nas artes feitas hoje. Com muito orgulho, assume ser cinéfila e nerd.
Depois de ver o maior número de filmes antigos que conseguir, tem como objetivo ser poliglota e escrever mais muitos livros.

Blog Crítica Retrô / Twitter / Facebook

 

 

Rhuan Passos

Estudante de Comunicação Social que sonha em ser diretor de cinema, ou quem sabe um escritor bem sucedido.  Apaixonado por cinema e videogames desde que se entende por gente. Sempre gostou de filmes de comédia e ação.

Abominava qualquer tema de terror ou suspense quando criança, mas acabou se tornando seus gêneros favoritos hoje, tanto em filmes quando em jogos.

Não se considera um nerd, mas uma mistura de gamer frenético com cinéfilo compulsivo.

Com 12 anos ganhou sua primeira câmera fotográfica digital, mas gostou mais da função de “Filmadora”. Começou a filmar tudo o que podia e não parou mais. Desde então sonha em trabalhar com cinema.

É do tipo que gosta de histórias bem contadas e que não são fáceis de entender, mas confessa que adora um besteirol no estilo “Todo Mundo em Pânico” de vez em quando.

Seus filmes favoritos são: Efeito Borboleta, A Hora do Pesadelo, Looper – Assassinos do Futuro, Anjos da Lei e Kick Ass. Suas séries de jogos favoritas são: Resident Evil, Tomb Raider e Metal Gear.

Atualmente está escrevendo um livro sangrento sobre o apocalipse zumbi.

Facebook / Twitter / X-Box Live: Imortalidade

 

daniel

Daniel Gomes

Este ser se encontra, atualmente, no estado do Ceará, lá em riba do nordeste, residente da Capital, Fortaleza, é estudante de Análise e Desenvolvimento de Sistemas e espera um dia criar um sistema perfeito – ou morrer tentando.

Fã de Ficção Científica, ele atua também na Coluna Holodeck, que fala justamente de filmes e seriados desta seara pouco bem vista pelo público em geral, pois, por vezes, é considerada complicada e chata, e ele não tira razão daqueles que ficam fora do circuito da Ficção.Louco por videogames, assina no Filmes e Games com a coluna IDKFA, que trata de vários jogos para a plataforma PC, que é sua atual dominação já que o Steam quase sempre suga a sua carteira e como fã de carteirinha da AMD – empresa de tecnologia -, a escolha não poderia ser mais óbvia.

Colabora, também, na Comunidade Mega Drive, um site dedicado ao melhor console da SEGA criado até hoje, como colunista e administrador da fanpage, mas não deixa de escrever sobre qualquer coisa de videogames em outros locais, como a Revista Game Senior.

Espera dominar o mundo em breve e fazer com que todos falem em cearês em pouco tempo.

Facebook / AlvanistaComunidade Mega Drive / Steam

Rayana

Rayana Lima

Nascida e criada em Fortaleza, Ceará, essa psicóloga está prestes a terminar seu mestrado. É apaixonada por filmes e costuma vê-los várias vezes. Apesar de adorar diversos estilos, seus prediletos são suspense e terror. Porém não dispensa um romance, uma comédia ou um drama bem construído. Também curte seriados, mesmo não podendo acompanhá-los em tempo real, pois não tem TV a cabo (não, ela não vive em outra dimensão!), os preferidos são X-Files, Friends, Smallville, Supernatural, The Walking Dead e American Horror Story.

Seu gosto musical também é bem eclético indo desde o rock do Nickelback, passando pelo romantismo do Djavan até Aviões do ForróNo seu tempo livre, além de assistir filmes e seriados, também adora dançar e jogar videogame. Dança bolero, samba, soltinho, forró, salsa, zouk, Ballet e Jazz, uns mais outros menos. Nos games curte o estilo corrida, afinal só precisa apertar um botão e mexer o controle, os de plataforma e RPG considera meio lentos. Também joga FPS’s como Doom e um dia pretende ter habilidade pra jogar Left for Dead, pois ama tudo que tem a ver com zumbi.

Seu dia perfeito: Ver filmes ou seriados com pipoca e guaraná.

Facebook / Google +

AndreAlves

André Alves

Estudante de Letras, Português/Inglês, na UFRJ – mas não menos interessado na arte e ciência da literatura. Inclusive, tem a convicção de que tudo é a mesma coisa: livros, filmes, jogos, quadrinhos, séries… sua filosofia é a de que qualquer coisa com uma estrutura narrativa é digna da mesma atenção e análise que os grandes clássicos empoeirados da literatura.

Seja nos estudos, no lazer ou no trabalho (fazendo tradução e legendagem), está constantemente se entulhando de informação e cultura contemporânea: lendo o máximo que pode, assistindo o máximo que pode e jogando o máximo que pode. Com tanta coisa na cabeça, escrever sobre o assunto se torna inevitável. E escolher favoritos: impossível. De desenhos alegres a jogos violentos e literatura tradicional, tudo é bem-vindo.

Além de algumas análises e sua coluna “Reflexão Social” no Filmes & Games, escreve também no site de ciências Sociedade Racionalista e no seu próprio blog, com pequenos contos de ficção e outros textos sobre assuntos sortidos.

Facebook / Blog Pessoal / PSN e Steam: xdddre

 

Luiz cobra

Luiz Cobra

Nascido em 1991, (ano em que o mundo assistiu Top Gang! – Ases muito loucosO Ultimo Boy ScoutPredador 2, etc..). Atualmente trabalha como Auxiliar Técnico de Educação, estuda logística e tem como suas principais paixões o cinema e os games. Mais precisamente o cinema de ação, acredita que o Exterminador do Futuro 2 é o melhor filme do gênero em todos os tempos.
Nos games é seguista assumido, tem o Mega Drive como console preferido das primeiras gerações, Sonic The Hedgehog como um game superior a Mario e Mortal Kombat como o maior de todos.

Outra de suas paixões é o Rock’n’roll, tem como bandas preferidas Lynyrd Skynyrd, The Cult e claro, os maiores de todos, o Black Sabbath.
Correndo entre trabalho e faculdade não deixa faltar tempo para família, namorada, e claro, filmes e games.

 

 

Rafael da SIlveira Antunes

Rafael da SIlveira Antunes

Este estudante de Jornalismo, nascido em 1992 em Montenegro-RS, é  Guia de Turismo, pintor e micro empresário do ramo da reciclagem. Divide seu tempo entre trabalho, estudos e família, pois é casado e tem uma linda filha, pela qual é apaixonado.

Uma de suas maiores paixões são Filmes e Games, chegando a virar noites para zerar um game ou para assistir toda uma franquia de filmes, como Star Wars.
Não dispensa uma boa leitura e é fã de podcasts. Proprietário de diversos consoles tem como seu predileto um Nintendo 64.

Os filmes mais vistos por este rapaz foram: Jurassic Park e Resident Evil, pois ele adora dinossauros e Zumbis.

Seus jogos favoritos são: Zelda Ocarina of Time, Uncharted, Tony Hawk Pro Skater 2, Just Dance e, principalmente, a franquia Assassin’s Creed.

The Walking Dead, Breaking Bad, Lost, Supernatural, Dexter e Falling Skies são exemplos de suas séries preferidas. Para ele é impossível assistir apenas um episodio de cada vez. Tem o autor Marcelo Rubens Paiva como um pai e diz que quem já leu algum livro dele saberá o por que.

Facebook / Google+ / Twitter / Youtube / Instagram / My pst / PSN: criouloman

 

edu

Eduardo Kacic

Trabalha há mais de 13 anos no açoite corporativo na área de Planejamento e Inteligência de Negócios.

Tem 35 anos e é pai solteiro e coruja do Pedro Ceni. Sim, Ceni é por causa do goleiro Rogério Ceni. Nem precisa falar que o Eduardo é são-paulino doente, daqueles que vai sempre ao estádio e prefere sentar na arquibancada, que é onde está a “muvuca”.

Além de fanático pelo tricolor paulista, ele é fanático pela sétima arte. Roteirista de longa-metragens (com duas obras registradas na Biblioteca Nacional) e crítico de cinema com mais de 2.000 textos publicados, Eduardo foi o criador do extinto blog Gallo Movies, e agora integra a equipe do Filmes e Games com muito orgulho.

Assiste à todo tipo de filme, desde blockbusters até experimentais, mas seu Olimpo é habitado por Spielberg, Eastwood, Scorsese e Tarantino.

Seu filme preferido (e insuperável) é Os Bons Companheiros, do Scorsese.Está no momento trabalhando em dois novos roteiros, e acredita que são sem dúvida os seus melhores até agora.

Facebook / Twitter

 

Orseni

Orsení Pequeno Araújo

Formado em Administração, é servidor público federal, louco por cinema e apaixonado por séries. Se tivesse que escolher um só filme para assistir, seriam 3: a trilogia “O Senhor dos Anéis”. Uma série? No momento não sabe, mas promete criar seu top 10 de séries. Assiste de tudo, ou pelo menos tenta. Da mesma forma, tem gosto musical eclético.

Tem mais livros não lidos que lidos, mas tem tentado recuperar o hábito da leitura. Nos games, 90% de sua experiência é com futebol, mas já visitou outros estilos em antigos consoles. No momento está afastado dos games eletrônicos, mas vem descobrindo a magia dos Board Games (ainda está no começo de sua jornada nesse extenso universo).

Já teve alguns blogs sobre filmes e/ou variedades (nada muito promissor), mas acabou deixando a escrita de lado por um longo tempo. Até tentou encontrar pessoas interessadas em montar um projeto sério pra internet, mas não obteve êxito. Aí conheceu um site de uma galera de SP, gostou (do site e da galera) e decidiu oferecer seus serviços (no bom sentido).

Já quis muito cursar faculdade de Jornalismo, mas nunca tentou sequer o vestibular pra área. Talvez resolva entrar no curso algum dia…

Além disso, joga em um time de futebol amador de sua cidade (Caucaia-CE), o Valencia CF. É responsável pelo canal do time no YouTube e o perfil no Facebook, onde também trabalha a escrita. Sim, ele já sonhou em ser jogador de futebol também…

Valencia CF TV / Valencia CF no Facebook

Arthur Lopes

Arthur Lopes

Com 19 anos, é fanático por cinema (já tendo escritos várias críticas e estudado cinema por conta própria) e vídeo games em geral desde sempre.

Estuda administração, mas seu verdadeiro amor permanece no mundo da sétima arte. Ama qualquer gênero cinematográfico, indo de romance a terror mas com preferência no drama, o que fez com que Batman – O Cavaleiro das Trevas se tornasse o seu filme favorito, consagrando Nolan como seu diretor número 1.

Também admira outros mestre do cinema como Eastwood e Tarantino. Escreve nas horas vagas e está adaptando um conto no intuito de transforma-lo em um roteiro para longa-metragem.